Dois dias antes de enfrentar o Santos pelo Campeonato Brasileiro, a cabeça do Botafogo continua focada na Copa Libertadores. O capitão do time, Joel Carli, falou sobre o jogo de volta. A respeito de um possível retorno de Luan, que ficou fora do empate em 0 a 0 nesta quarta-feira por um problema na coxa direita, o argentino afirmou:

– Luan é um está num momento muito bom, procurado por muitos times da Europa. Mas também eu penso que ele está acompanhado de jogadores bons, e ele sozinho não vai ganhar a partida. O futebol passa por um jogo coletivo, e o Botafogo está muito forte nisso. Então, se ele joga ou não, claro que vamos ficar ligados nisso, mas eu acredito muito nos meus companheiros.

Carli também comentou a dificuldade de atuar contra o Santos, sábado, enquanto continua pensando no Grêmio. A partida do fim de semana é importante pois pode consolidar o Alvinegro no G-6, a zona de classificação para a Libertadores.

– É difícil. Somos profissionais, mas sabemos que temos um jogo muito importante contra o Santos. Pelo que a gente vê e lê, o Santos também está com o foco na Libertadores, com um jogo difícil e na mesma situação que a gente. A gente sempre está pensando que o Brasileiro é muito importante e não pode dar mole. Então o Jair vai encara o melhor time para sábado para nós conseguirmos a vitória e tentarmos entrar no G-6 – afirmou.

O que o argentino não revelou, como já era de se esperar, é se Jair escolherá usar a força máxima no sábado ou se vai poupar atletas para chegar com fôlego no dia 20, em Porto Alegre, para decidir a vaga nas semifinais.

O resultado de 0 a 0 no Nilton Santos foi frustrante até para o grupo, que queria muito uma vitória. Entretanto, a campanha do Botafogo, segundo Carli, dá confiança para os jogadores de que a classificação é muito possível

– Nossa torcida e eu e os companheiros também saímos com frustração de não ganhar em casa. Mas também sabemos que faltam 90 minutos. Não vai ser fácil, mas também estamos muito confiantes em conseguir essa classificação. O Botafogo enfrentou na pré-Libertadores times com jogadores importantes, com história, e conseguiu se classificar. Não temos limitações jogando fora de casa

Fonte: Extra Online