Um dos grandes segredos do Botafogo do técnico Jair Ventura é a segurança do sistema defensivo. No returno do Campeonato Brasileiro, o time alvinegro levou somente cinco gols em 15 jogos, média de 0,33 por partida, tendo o melhor desempenho entre os 20 participantes da competição. E o surpreendente rendimento da equipe, que no primeiro turno sofreu 30 gols em 19 jogos (média de 1,57), tem como um dos principais nomes o zagueiro Joel Carli.

Após sofrer com lesões na etapa inicial do Brasileiro, ele voltou ao time na última rodada do primeiro turno e tomou contou da defesa. Jogando ao lado de Emerson, revelação dos juniores do clube e que também faz um ótimo returno, Carli trouxe equilíbrio e segurança ao setor.

Sem sofrer gol há três jogos, o time de Jair Ventura também demonstra um esquema mais compacto do que o o dirigido por Ricardo Gomes. No Brasileiro, com Jair, o Botafogo levou dois gols somente em um jogo, contra o Atlético-MG, na Arena Botafogo, e mesmo assim numa vitória por 3 a 2.

Também colabora para a segurança do sistema defensivo o trabalho dos homens de meio-campo na proteção à zaga, e o bom momento do goleiro Sidão e dos laterais Alemão e Victor Luis, que entraram na equipe por necessidade e deram conta do recado. Além, é claro, da dedicação à marcação dos atacantes, uma exigência de Jair Ventura.

Com a defesa em excelente momento, a diretoria já começou a trabalhar para reforçar o ataque. E o primeiro nome confirmado é o de Roger, que rescindiu o vínculo com a Ponte Preta e assinou um pré-contrato com o Botafogo.

Autor de oito gols nesta edição do Brasileiro, Roger é um dos artilheiros do país em 2016 — balançou as redes 22 vezes. Aos 31 anos, o jogador tem o perfil de experiência que a comissão técnica procura para encorpar o elenco para a temporada de 2017.
Depois do clássico de sábado com o Flamengo, no Maracanã, Jair Ventura comentou o acerto com o atacante: “Roger é bom jogador, um exímio finalizador”, elogiou.

Após dois dias de folga, o elenco se reapresenta na terça-feira. Em consequência das Eliminatórias da Copa de 2018, o time só volta a jogar no dia 16, contra a Chapecoense, às 19h30, na Arena Botafogo. Em quinto lugar no Brasileiro, uma vitória deixa a equipe muito perto da vaga na Libertadores de 2017.

Fonte: O Dia Online