Chance de título do Botafogo praticamente inexiste: 0,5%. De Libertadores é de 76%

Compartilhe:

Há quatro rodadas, seis pontos separavam o Corinthians da zona de rebaixamento. Não era uma distância das mais confortáveis, mas também não era tão desesperadora quanto a do seu rival São Paulo, que estava a um de entrar no Z-4. O risco do Timão disputar a Série B no próximo ano era de 3%, bem mais suave que os 25% dos tricolores naquele momento. A sequência de três empates e a derrota para o Grêmio, porém, empurraram o time do ameaçado técnico Tite para situação igual à vivida pelos comandados de Muricy Ramalho, que somaram três vitórias e um empate neste período. Agora, a chance do Corinthians cair é de 8%, exatamente a mesma do São Paulo. Os cálculos são do matemático Oswald de Souza.

Mesmo que distantes do sonho de conquistarem um lugar no G-4, ainda há 1% de chance para os dois paulistas. Mas nessa briga quem aparece mais vivo é o Goiás, que subiu de 8% para 14% de possibilidade de entrar no grupo que se classifica para a Libertadores de 2014. Com a derrota do Botafogo para o Vitória, os goianos diminuíram a diferença para os cariocas, mas seguem empatados com os baianos na pontuação: 43 pontos.

chances clubes rodada 29 (Foto: Editoria de arte / Globoesporte.com)

Na luta pelo título, parece questão de tempo para o Cruzeiro elevar os 96,5% de chance para o nível máximo. Nas contas do matemático Oswald de Souza, o segundo colocado, Grêmio, só tem 2% de esperança de buscar o caneco. O Atlérico-PR tem 1%, e o Botafogo, quase sem possibilidade, está com 0,5%.

Na zona de rebaixamento, o matemático considera o Náutico rebaixado, mesmo que some todos os 27 pontos restantes, o que elevaria sua pontuação de 17 para 44 pontos. Até porque a zona de corte deve aumentar. Quem chegar a 43 pontos, terá 80% de possibilidade de cair. Somente com 47, 48, será possível garantir a permanência, segundo Oswald. E o Vasco, com a derrota, subiu o risco para 55%.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários