Choque na Cabofriense e apoio da família: Kanu se transforma e se firma no Botafogo

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Choque na Cabofriense e apoio da família: Kanu se transforma e se firma no Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Atacante no início na base do Botafogo e autor de gol em final do Campeonato Brasileiro Sub-20 conquistado pelo clube em 2016, Kanu viveu tempos difíceis. De encostado a emprestado para a Cabofriense, o zagueiro aprendeu com as adversidades na carreira.

– Na Cabofriense eu ganhei mais rodagem, vi a vida como ela é de verdade. Nunca tinha passado por um clube de menor expressão, cheguei lá e vi uma realidade totalmente diferente, mas que abriu minha cabeça. Vi pessoas de bem, um clube querendo um lugar ao sol, então eu vi que tinha tido oportunidade e não agarrei. Sabia que se eu voltasse, se tivesse oportunidade de novo, não deixaria passar. E foi o que aconteceu – afirmou ao site GE.

Com um jogo disputado em 2018 e três partidas em 2019, Kanu foi reintegrado pelo técnico Eduardo Barroca e usado em dois jogos por Alberto Valentim. Este ano, se firmou na equipe como titular. A mudança foi pessoal.

– Quando voltei da Cabofriense, mudei minha alimentação, abri mão de coisas que para um jogador de alto nível não convêm. Chegava 9h no clube e ia embora às 18h para que quando chegasse o momento eu estivesse totalmente preparado para assumir a responsabilidade e ter regularidade. Agradeço aos fisioterapeutas do clube, fisiologista, nutricionista, preparação física, que me ajudaram durante esse período de preparação – acrescentou Kanu, que mudou também por causa da família, como a filha Sofia, de três anos.

– Paternidade era algo que eu não imaginava e veio para mudar minha vida, juntamente com minha esposa. Elas são o pilar desse Kanu que se transformou mental e fisicamente. Conseguimos crescer juntos. Nos dias difíceis em que nem era relacionado, elas me davam força para continuar trabalhando, chegar cedo no clube e estar preparado para que não deixasse passar quando chegasse minha oportunidade – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e GE

Notícias relacionadas