Clássico da paz entre as torcidas, Vasco e Botafogo registra prisão de cambistas

Compartilhe:

Mais de 45 mil torcedores acompanharam a primeira partida da final do Estadual, entre Vasco e Botafogo, em paz. Não houve incidentes entre grupos de organizadas, apenas as detenções de quatro cambistas e 24 flanelinhas nos arredores do Maracanã. A festa das torcidas dentro do estádio foi o que chamou a atenção.

De acorco com o subcomandante do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios, o Gepe, Major Silva, não houve ocorrências nos arredores ao longo da tarde. O comandante de policiamento externo, Capitão Santos Filho, confirmou o número de detidos do lado de fora.

— Foram quatro cambistas presos, 24 flanelinhas, mas sem vítima. Atiraram uma pedra contra a Guarda Municipal, e essa pessoa foi presa — contabilizou.

As ocorrências foram levadas para o Juizado Especial Criminal, que organizou desde as primeiras horas da tarde uma operação para prender cambistas de forma reservada. No entanto, a baixa procura por ingressos na primeira partida da final inibiu que interessados procurassem os cambistas, que agiam livremente oferecendo os bilhetes em diversas bilheterias.

Dentro do Maracanã, foram realizados alguns atendimentos médicos, mas nenhum por causa de brigas. As torcidas se provocaram e revezavam os cantos a todo momento, dando um contorno especial ao clássico. No fim, os vascaínos não conseguiram evitar os gritos de ironia ao rival Flamengo, eliminado na semifinal.



Fonte: Extra Online
Comentários