Cobrado pela torcida após queda, Botafogo tenta retomar ‘espírito da Libertadores’

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

O Botafogo vivia um ano mágico. Eliminou cinco campeões da Libertadores e chegou às quartas de final da competição. Além de próximo ao G6 no Brasileiro, estava na semifinal da Copa do Brasil contra o Flamengo. A derrota e, consequentemente, a eliminação para o maior rival causou ferida que nem sequer cicatrizou.

Tanto que cerca de 30 torcedores foram ao estádio Nilton Santos na última sexta-feira (25) para conversar com os jogadores. Houve uma cobrança sobre a postura do time diante do Flamengo, quando o Botafogo finalizou apenas uma vez em gol nos dois jogos contra o rival – no segundo duelo, no Maracanã, apenas três finalizações e nenhuma delas na meta rubro-negra.

Por outro lado, os torcedores também souberam reconhecer a grande campanha da equipe na temporada, apesar da chateação pela queda para o maior rival. Assim, os botafoguenses passaram confiança no que tem sido feito e no que pode vir pela frente. Afinal, o Alvinegro medirá forças com o Grêmio pelas quartas de final da Libertadores.

“Sempre tem alguma coisa para melhorar. Perdemos para o Flamengo por alguns detalhes. Vamos trabalhar para melhorar e corrigir. Mas sempre precisamos melhorar, até quando ganhamos. Isso é o trabalho do Jair. Ele vai corrigir para que não aconteça mais”, disse o zagueiro e capitão Joel Carli.

“O time ainda está um pouco triste por ficar fora. Queríamos chegar à final. Temos que pensar no brasileiro e na Libertadores agora. Sempre nos cobramos. Quando se perde ou quando se ganha, tem haver cobrança para melhorarmos”, completou o defensor argentino.

O Botafogo volta a campo no domingo, quando visitará o Bahia, neste domingo, em Salvador. O Alvinegro é o 10º no Campeonato Brasileiro com 28 pontos conquistados em 21 jogos. Com a queda na Copa do Brasil, o Alvinegro usará força máxima na competição até a proximidade com duelos da Libertadores.

Notícias relacionadas