O Botafogo vive uma situação ruim em vários níveis. Dívidas monumentais, capacidade nula de gerar investimentos, indisciplina, política interna tumultuada com uma oposição que não inspira confiança e uma solitária esperança: a participação mais efetiva de Carlos Augusto Montenegro, nome de maior prestígio no clube e que deve patrocinar um nome forte de fora. Mas será que só isso tira o clube do lodaçal? É improvável. O clube deu uma grande degringolada.

Fonte: Coluna do Márcio Guedes - O Dia Online