Foi emocionante voltar a ver o Maracanã cheio com a grande torcida vascaína. Mesmo que se saiba de sua força e paixão, há muito tempo não se via o estádio tão cruzmaltino.O futebol em campo não fez muita justiça ao apoio popular mas, pelo menos, deu para o gasto e ainda saiu a vitória com um pênalti.

Valeu pela afirmação do potencial do clube, pela praticamente certa volta à Série A e pela esperança de um 2015 melhor, apesar das dívidas e da política suja. Já o Botafogo faz o caminho inverso, liquidado por um elenco fraquíssimo, indigno de suas tradições e por um presidente que parece ter enlouquecido por não saber lidar com a crise financeira.

Só fez lambanças, livrou-se dos melhores jogadores e foi o maior responsável por um dos piores anos da história do clube. Em meses destruiu tudo de positivo que construiu e jogou sua biografia esportiva no lixo. Ele pegou o Botafogo desestruturado, melhorou por uns tempos mas, no fim, deve entregar pior do que recebeu, com o futebol na Segunda Divisão.

Fonte: Coluna do Márcio Guedes - O Dia Online