A grande festa da última segunda-feira não foi apenas para os torcedores verem. Foi o último jogo de Jefferson também como jogador profissional. O agora ex-goleiro está liberado do banco de reservas na partida final da temporada, nesta última rodada, diante do Atlético-MG, em Belo Horizonte (MG), neste sábado. Além dele, jogadores quem buscam a recuperação física, como Jean, também serão preservados. Porém, com os principais objetivos da temporada já alcançados, o técnico Zé Ricardo deverá fazer jogar quem teve menos minutos com ele no Botafogo.

A revelação foi feita pelo próprio treinador, durante entrevista exclusiva ao LANCE!, na tarde desta quarta-feira, e que você lê na íntegra nesta sexta-feira. Sobre a partida deste sábado, Erik já não poderia jogar, por questões contratuais (exigência do Galo para repassar o empréstimo), tampouco Valencia, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Mas o treinador garantiu uma equipe forte, e dando mais tempo em campo, por exemplo, a João Paulo.

– Os jogadores que estão voltando de lesão, nós, certamente, não iremos levá-los, até pela exigência alta. Seria um risco muito grande, pois o Atlético-MG quer vencer a partida, assim como nós pelo oitavo lugar. Será um jogo pegado. O João Paulo é exceção. Fizemos questão de passar confiança a ele, mostrar que tinha condições de voltar ainda essa ano. Sentamos com ele há duas semanas, com o pessoal da fisioterapia, e analisamos que o jogo ideal seria esse contra o Paraná. Chegamos a pensar na volta dele na Vila, mas, pela velocidade do Santos, o resguardamos. A ideia é levar o João e dar mais rodagem para ele – afirmou Zé Ricardo, pouco depois de o próprio João afirmar não saber se começará ou não jogando.

– Não sei. Hoje foi um treino no qual quem jogou o último jogo não participou. Acredito que amanhã (esta quinta-feira) o Zé vá posicionar o time, mas isso não me preocupa. Sei que ele vai colocar o melhor em campo – avaliou, durante entrevista coletiva.

Estão no estágio de recuperação de lesões o zagueiro Carli, o lateral-esquerdo Gilson, o volante Jean e o centroavante Aguirre. E as duas outras ausências, no meio-campo e no ataque, geram espaço para que atletas menos utilizados com Zé Ricardo mostrem serviço na última partida da temporada.

– Também tem os garotos da base, que levaremos e tentaremos observar melhor, algo que não foi possível pela sequência de jogos decisivos. Tem o Rickson, o Leandrinho, que volta de lesão muito grave, tem o Marcos Vinícius também (este não é da base)… estamos pensando com carinho, mas tudo dentro de um critério e merecimento. Ainda decidiremos. A base vai e iremos fazer de tudo para vencer a partida lá. O Jefferson está liberado – decretou o treinador alvinegro.

O Botafogo ainda treina nesta quinta e sexta-feira antes do jogo contra o Atlético-MG. A partida será na Arena Independência, às 19h, no sábado.

Fonte: Terra