Muitos torcedores mostram saudades da época em que Cuca comandava o Botafogo. Apesar de não ter conquistado títulos, o time jogava um futebol tão bonito que chegou a seduzir o país em algumas oportunidades. O treinador deixou o Alvinegro em 2008 após dois vices no Carioca, mas segue no imaginário dos botafoguenses.

Pois com a contratação de Eduardo Barroca para a vaga aberta após a demissão de Zé Ricardo, os torcedores voltam a viver a expectativa de rever o futebol bonito agora sob nova direção. O treinador propõe algo diferente do que vinha ocorrendo no Botafogo desde a passagem de Jair Ventura, que jogava no erro do adversário.

A ideia de Barroca é propor o jogo sempre valorizando a posse de bola. Bastaram os primeiros treinamentos para os jogadores entenderem a nova forma de jogar da equipe. Um dos líderes do elenco, João Paulo confidenciou os comentários dos atletas deste início de parceria.

“Muito dinamismo. Ele gosta de fazer uma pressão na marcação, gosta de valorizar a bola. São as primeiras impressões. Ainda é um início, não posso falar muito do trabalho, mas a primeira impressão é muito positiva”, disse o meio-campista.

João Paulo, inclusive, fez uma revelação interessante. Em 2017, quando chegou ao clube vindo do Santa Cruz, ele encontrou um ambiente em que os jogadores do profissional comentavam bastante o trabalho do técnico sub-20. Algo natural. E um sinal que os jovens que foram treinados por Barroca admitem sua capacidade.

“Em 2017, eu já estava aqui no Botafogo e já tinham muitos elogios para ele, principalmente dos meninos que tinham sido campeões brasileiros com ele. No nosso vestiário, sempre foi positiva a conversa sobre ele”, completou João Paulo.

O Botafogo estreia no Campeonato Brasileiro contra o São Paulo, no sábado, dia 27 de abril, no Morumbi.

Fonte: UOL