O Botafogo vai promover uma grande festa neste sábado, no Estádio Nilton Santos, para apresentar o meia japonês Keiseke Honda, de 33 anos, a principal contratação do clube para esta temporada. A expectativa é que mais de 30 mil alvinegros compareçam ao estádio para prestigiar o jogador. A Kappa, fornecedora de material esportivo do clube, mandou fazer 30 mil camisas especiais pela chegada do atleta.

Banner da loja do FogãoNET para faixa japonesa

O jogador, que chegou ao país nesta sexta-feira, vai ser apresentado aos torcedores e concederá uma entrevista coletiva. Ele será recebido pelo mascote Biriba. Além da chegada de Honda, o torcedor que for ao estádio na manhã deste sábado poderá acompanhar um amistoso do time sub-17 contra o Boavista, shows do MC G15 e do DJ Pelé, além de uma apresentação da escola de samba Botafogo Samba Clube. Brindes serão distribuídos aos torcedores, que terão à disposição ainda Totem de foto instantânea In Photo e Flau Brinquedos.

Honda chegou a enviar uma mensagem aos torcedores do Botafogo na madrugada desta sexta-feira, quando ainda estava viajando a caminho do Rio de Janeiro: “Estou indo para o Brasil. Vocês são a minha motivação. Obrigado.”, disse ele em uma rede social.

O meia foi revelado nas categorias de base do Nagoya Grampus do Japão e em 2010 foi contratado pelo CSKA Moscou, da Rússia. Se destacou e em 2014 foi contratado pelo Milan, onde atuou por três temporadas. Teve passagens ainda pelo Pachuca do México, Melbourne Victory da Austrália e Vitesse da Holanda. Desde 2008 defende a seleção japonesa e é um dos poucos jogadores em atividade a ter marcado gol em três Copas do Mundo: 2010, 2014 e 2018.

O jogador assinou contrato com o Botafogo até 31 de dezembro, com possibilidade de renovação automática.

Ainda sem Honda, o Botafogo entra em campo no domingo, às 16h (de Brasília), para disputar o clássico contra o Fluminense no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela última rodada da fase de classificação da Taça Guanabara. Para se classificar para as semifinais o Glorioso precisa vencer e ainda torcer para que Boavista ou Flamengo, que no sábado enfrentam respectivamente Volta Redonda e Madureira, tropece.

Fonte: Gazeta Esportiva