Com maratona em curso, Bota deixa prática de lado em treinos

Compartilhe:

A maratona de jogos do Campeonato Brasileiro é cruel para os jogadores, e os times tentam se desdobrar para evitar desgastes excessivos e tentar não perder rendimento. No Botafogo, o técnico Oswaldo de Oliveira não consegue colocar os seus titulares em campo para treinar desde o último sábado, véspera do clássico com o Vasco.

O descanso tem sido um aliado importante, e, desta forma, a preparação para as últimas partidas tem sido muito na teoria e nada de prática. Menos mal para o Alvinegro é que o esquema tático implementado desde o ano passado já está fixado na cabeça dos atletas, o que minimiza o problema.

– Estamos em uma pegada deste o início do ano. Mesmo quando saem dois ou três jogadores o padrão é mantido. Não tem muita dificuldade. Estamos mais na teoria, mas acho que o repouso neste momento é fundamental. Estamos no caminho certo, temos que fazer o dever de casa neste jogo – afirmou o capitão Jefferson.

O acúmulo de jogos fez uma vítima, o meia Seedorf, que não entrou em campo contra o Atlético-MG, na quarta-feira. Ele ainda não está confirmado para enfrentar o Goiás, neste sábado, no Mané Garrincha, mas a tendência é de que ele possa atuar.

– Vamos ver como ele estará. Se jogar, vai nos ajudar bastante – finalizou Jefferson.

O Glorioso é o segundo colocado do Brasileiro com 24 pontos. Contra o Goiás, Oswaldo terá que fazer três alterações: Bolívar e Gabriel estão suspensos e Lodeiro está com a seleção uruguaia.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários