Com urubu na plateia, Botafogo treina pênaltis, bola parada e faz reunião

Compartilhe:

 

Urubu treino Botafogo engenhão (Foto: Thales soares)
Mascote do rival, urubu marcou presença no treino do Botafogo no Engenhão (Foto: Thales soares)

Oswaldo de Oliveira fez todo o possível para deixar o Botafogo no seu melhor para enfrentar o Flamengo, quarta-feira, no Maracanã, pela Copa do Brasil. Com um Urubu, símbolo do rival, pousado em um dos refletores do campo anexo, ele comandou uma atividade intensa. No treinamento, o técnico contou com quase todos os titulares. Gegê e Lodeiro, que atuaram contra o Vasco, domingo, ficaram mais uma vez na academia do Engenhão. Ele iniciou com uma atividade técnica, passou para as jogadas de bola parada e terminou com cobranças de pênaltis, com todo o elenco participando.

Nas cobranças, todos os jogadores ficaram no meio do campo e esperavam pelo chamado. Toda a caminhada até a marca do pênalti e a cobrança como em um jogo foram trabalhadas pelo treinador.

- Antes eu fazia diferente. Todos batiam e quem perdia saía. Mas depois que o Dinei acertou 17 no treino e errou na hora do jogo, ainda que o goleiro fosse o Marcos, em 1999, mudei. Continuo treinando exaustivamente, mas na hora decisiva procuro aproximar do que vai acontecer - explicou o treinador.

No fim, Oswaldo juntou todo o grupo no meio do campo, inclusive o staff e dirigentes, para uma reunião. Depois, Seedorf e Renato ainda ficaram no campo por mais tempo conversando.

- A gente sempre faz isso antes dos treinamentos. Mas com o sol muito forte preferi ir direto para o campo e conversar depois. Mas claro que uma Copa do Brasil e um clássico é preciso encarar de forma diferente - disse Oswaldo.

Reunião treino Botafogo engenhão (Foto: Thales soares)
Papo geral após o treino reuniu jogadores, comissão técnica, staff e dirigentes (Foto: Thales soares)


Fonte: Globoesporte.com
Comentários