O comentarista da ESPN Brasil Zé Elias fez duras críticas ao árbitro Paulo Roberto Alves Júnior, pivô da polêmica entre Botafogo e Palmeiras, encerrada nesta terça-feira após julgamento no STJD que manteve o resultado de 1 a 0 em favor do clube paulista. De acordo com o ex-jogador, o juiz não foi honesto ao negar em depoimento que tenha autorizado o reinício da partida antes do uso do VAR, tese que era defendida pelo Alvinegro para pedir a anulação do jogo.

– Ele estava no calor do jogo, seguro no cartão amarelo porque já foi com pensamento formado, sabendo quem são os jogadores, falando que se jogou. Deu cartão pensando que era o Deyverson, ficou tranquilo e mandou seguir o jogo. Já viu a postura desse árbitro? A autoconfiança exagerada faz você errar. Baita cara de pau falar que não apitou o jogo, ele fez o gesto para sair jogando – criticou Zé Elias.

Para o comentarista, faltou coragem ao árbitro de assumir o erro.

– Esse é um grande problema, o árbitro brigar com as imagens. Se buscar em outros jogos, vai ver que o comportamento dele é o mesmo. O VAR só serve para mostrar que os árbitros são ruins e não têm coragem para assumir erros. Se ele tivesse sido correto, mostrado que deu a saída de bola, depois parou e fez procedimento correto… Se ele já havia recomeçado o jogo é a grande questão. Não vai assumir porque se assumir sabe que vai tomar punição e ser lembrado como o juiz do jogo que voltou – ponderou Zé Elias.

Fonte: Redação FogãoNET e ESPN Brasil