Comentarista, sobre Pedro Raul e Matheus Babi juntos no Botafogo: ‘Time precisa se adaptar e ter compensações’

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Pedro Raul e Matheus Babi, atacantes do Botafogo em 2020
Vítor Silva/Botafogo

No início de trabalho como técnico do Botafogo, Bruno Lazaroni tem usado Matheus Babi e Pedro Raul juntos no ataque. Como os dois são centroavantes, Babi tem atuado mais aberto pela direita. Colunista de “O Globo”, Carlos Eduardo Mansur opinou sobre a formação da equipe com eles.

– O futebol não costuma admitir impossibilidades, regras que definam de maneira absoluta que seja impossível dois jogadores conviverem na mesma equipe. Há determinadas características, o que provavelmente seja o caso, que exigem compensações, para não desequilibrar o time e deixar de gerar jogo ofensivo. Pedro Raul e Matheus Babi são ótimo exemplo. O Botafogo venceu o Atlético-MG com os dois juntos em jogo em que explorou a capacidade deles, pela estatura, de brigar pela primeira bola para jogadores de velocidade atacarem espaço pelos lados. Ainda tinha ainda Luis Henrique e Luiz Fernando no elenco. É uma possibilidade – explicou o comentarista.

– Em outros momentos, com linhas defensiva de cinco homens, o que naturalmente solta mais os alas, você teve o Babi partindo do lado direito, fazendo a diagonal para a área para o ala buscar o corredor – acrescentou.

Para o comentarista, o desafio do Botafogo é criar alternativas no próprio time para possibilitar o uso de Pedro Raul e Matheus Babi.

– Teve momentos de dificuldade em que isso não aconteceu, como no último jogo. O Botafogo tinha linha de quatro, o apoio de alas mais contido, então dependia de entregar a profundidade ao Babi, o que não vai acontecer porque não é a característica dele. Pedro Raul e Babi podem jogar juntos? Podem. Mas o time precisa se adaptar as características especiais deles para não ficar capenga de um lado do campo, sem conseguir jogadas. Com triangulações, aproximação, ultrapassagem de lateral e Babi podendo sair da área e ocupar o meio com Pedro Raul, é perfeitamente possível que consigam coexistir – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e O Globo

Notícias relacionadas