Renan (Botafogo); Léo Moura (Flamengo), Rafael Marques (Verona), Dória (Olympique) e Gilberto (Botafogo); Gabriel (Palmeiras), Fellipe Bastos (Grêmio), Cidinho (Botafogo) e Octávio (Fiorentina); Caio (Al Wasl) e Vitinho (Internacional).

Sim, o ídolo rubro-negro Léo Moura começou na base do Botafogo. Na outra lateral, o destro Gilberto está improvisado por falta de opções melhores. Muitos jogadores ainda são jovens, reflexo da boa safra que surgiu recentemente no time alvinegro. Uma observação: o meia Daniel, hoje no São Paulo, ficou de fora porque fez praticamente sua formação inteira no Cruzeiro – chegou ao Botafogo só em 2013.

Fonte: Terra