A única vitória do Botafogo como visitante neste Campeonato Brasileiro foi contra o Vasco, em São Januário, há pouco mais de dois meses. Após o triunfo alvinegro, Zé Ricardo, que na época era técnico do Cruz-Maltino, pediu demissão.

Nas voltas que o mundo do futebol dá, Zé Ricardo hoje é treinador do Botafogo e vai comandar neste domingo o seu primeiro jogo desde aquele clássico. Pela frente, vai encontrar o lanterna da competição Paraná, às 11h, em Curitiba. Prato cheio para um time que ainda busca conquistar três pontos longe do Rio de Janeiro pela primeira vez.

O adversário alvinegro fez nove jogos dentro de casa e só venceu três. Números que fazem do Paraná o segundo pior mandante do campeonato. Uma oportunidade de ouro para o Botafogo trazer para o Rio de Janeiro três pontos na bagagem. Apesar da aparente fragilidade do rival, Zé Ricardo acredita que será um jogo complicado.

— A gente entende que a maneira como o Paraná vem atuando não condiz com a classificação deles. Vai ser um jogo bastante disputado e definido nos pequenos detalhes. Nosso trabalho em campo e a concentração no jogo vai decidir o resultado — avalia o treinador.

Para o treinador do Botafogo, a mesma pressão que pode atrapalhar o Paraná, também paira sob o Alvinegro, que vem de quatro derrotas, um empate uma vitória nos últimos seis jogos (incluindo a Copa Sul-Americana).

— Nos também estamos vindo de uma sequencia ruim. Então é um jogo que deve ter um aspecto de tensão. Precisamos manter o nosso equilíbrio e tentar sair na frente. Se isso acontecer, esse momento que eles vivem pode virar uma pressão e nos ajudar. Mas vamos ter que competir muito, eles vão fazer da partida uma decisão — destaca Zé Ricardo.

Um velho conhecido do outro lado

Mesmo sem ter a capacidade física ideal ainda, o meia Maicosuel, reforço do Paraná que chegou durante a parada do Brasileiro em função da Copa, será titular hoje contra o Botafogo, clube que defendeu duas vezes: em 2009, e depois entre 2010 e 2012.

Mesmo sem ainda ter condições de atuar os 90 minutos, o treinador Rogério Micale decidiu usar Maicosuel por conta de ausências importantes. Nadson, que seria titular normalmente, teve uma lesão na coxa durante os treinamentos e ficará ausente por pelo menos três semanas. Carlos Eduardo, que seria o substituto imediato, deixou o clube recentemente.

Fonte: Extra Online