O que parecia ser um campeonato de segurança para o Botafogo pode virar um drama, caso o Alvinegro não consiga somar pontos contra o Santos, neste domingo, às 19h, na Vila Belmiro. Uma volta para casa com derrota pode colocar de vez o clube na briga contra o rebaixamento, “faixa” da tabela da qual não se aproximava tanto desde a primeira rodada, quando iniciou o Brasileirão com derrota e na 16ª colocação.

Empossado como técnico do clube há pouco menos de um mês, Alberto Valentim já percebeu a possibilidade, e pediu atenção de seus jogadores a em entrevista coletiva após a derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro, na última quinta-feira, no Nilton Santos.

— Esperamos recuperar bem os jogadores. Pedimos para que descansem ao máximo. Precisamos fazer pontos em Santos para aumentar essa distância para os times da zona de rebaixamento — destacou Alberto Valentim.

Sob o seu comando, o Alvinegro ainda não conseguiu engrenar uma sequência de vitórias. Foram três derrotas em quatro jogos: Vasco, Grêmio e Cruzeiro. A solitária vitória foi sobre o CSA, no último dia 21. Além dos resultados negativos, o técnico procura contornar a falta de gols. Contra o Cruzeiro, a equipe finalizou 16 vezes, quase o dobro de sua média no campeonato (9.3), segundo o site “Footstats”, mas não chegou às redes pelo segundo jogo seguido.

— Coisas que valem às vezes é você ir até menos no ataque e concretizar essas ações em gol. Fica preocupante quando você não cria, quando não chega no último terço — disse.

Para o jogo deste domingo, Cícero e Gustavo Bochecha brigam pela vaga de titular. O meia Alex Santana, principal nome do Botafogo no Brasileiro, pode começar a partida na Vila Belmiro como titular.

Fonte: Extra Online