A torcida do Vasco inovou ao criar uma campanha para equacionar as dívidas do clube. No ar desde maio do ano passado o site do “Vasco Dívida Zero” já quitou pouco mais de R$ 800 mil e conta com mais de 15 mil torcedores cadastrados. Os bons resultados motivaram o Botafogo a fazer o mesmo.

Neste início de temporada o Botafogo ganha um importante projeto, que busca contar com a ajuda da torcida alvinegra para colaborar com o crescimento do clube. O “Botafogo Sem Dívidas” visa arrecadar fundos com total transparência, para quitar todos os débitos do clube com a Fazenda Nacional inscritos em dívida ativa da União.

Idealizado no segundo semestre de 2013 por um grupo de torcedores do time, o projeto pretende contar com a contribuição dos torcedores através do site www.botafogosemdividas.com.br para que as dívidas financeiras sejam sanadas. A colaboração pode ser feita a partir de R$ 20, e o pagamento vai direto para a dívida do clube.

“A cada problema financeiro do clube, a cada penhora que se refletia em campo, maior era a vontade de entender e levantar o site. Se o Botafogo teve um final feliz em 2013, ficamos felizes em dizer que terminar e entregar esse site para a torcida pode fazer com que tenhamos cada vez mais finais felizes”, dizem os idealizadores do projeto Caio Araújo e Claudio Macedo.

“Sabemos que somos uma torcida que se importa muito com todos os assuntos relacionados ao clube, e por isso temos certeza que o projeto “Botafogo Sem Dívidas” será rapidamente abraçado por alvinegros de todos os lugares”, acrescentaram.

Atualmente o Botafogo tem uma dívida ativa de pouco mais de R$ 129,5 milhões. Com poucas horas no ar, o site contava com 289 torcedores e havia juntado mais de R$ 1,43 mil até o fechamento da matéria.

O sistema do site se comporta como uma fila: as dívidas são pagas uma de cada vez. Assim que a dívida do momento for paga, a próxima fica disponível. São dívidas de vários tipos, valores e referentes a diferentes períodos, mas todas com a Receita Federal.

Todos os pagamentos são feitos através do DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais). Eles vão diretamente para a Receita Federal e não há nenhum intermediário entre o torcedor que contribui e o pagamento da dívida. Nenhum administrador do site nem do clube terá contato com o dinheiro que pagam as dívidas.

Fonte: UOL