A agenda de Cristóvão já prevê um compromisso importante para a tarde de sábado. Mas, desta vez, o evento não terá qualquer relação com o Flamengo. Amigo há mais de três décadas de Ricardo Gomes, o técnico rubro-negro se organiza para prestigiar o amigo em seu retorno ao futebol, na estreia do treinador no comando do Botafogo contra o Luverdense, quase quatro anos depois do AVC que o afastou por um tempo do futebol.

— Estou tentando conseguir uma brecha da concentração do Flamengo pois quero ir ao jogo e ver o Ricardo. Já estou conversando com o Diego (filho do Ricardo), para ir um grupo grande prestigiá-lo. Muita gente estará presente — garantiu Cristóvão em conversa exclusiva com o Jogo Extra.

A organização entre as pessoas mais próximas a Ricardo não é pequena. Segundo Cristóvão, a notícia do retorno do amigo ao que “ele sabe fazer de melhor” foi a notícia do ano:

— Parece que eu fiquei mais feliz que o Ricardo e foi engraçado conversar com ele. A volta dele ao futebol é um presente que o esporte ganha e ele sabe fazer isso muito bem. Ele vai trazer ideias boas num momento em que estamos questionamento alguns pensamentos do futebol brasileiro.

O período de recuperação de Ricardo o aproximou ainda mais de Cristóvão, com as conversas sobre futebol ocupando o tempo dos amigos. Em uma das conversas, o atacante Ederson teve seu nome “aprovado” por Ricardo após questionamento do técnico rubro-negro.

— Sempre conversamos sobre futebol e o Ricardo teve uma experiência muito boa na França. Na época em que ele atuava lá, ele enfrentou o Ederson e falou muito bem dele. Foi um dos motivos pelos quais fomos atrás da contratação dele — confessou.

Agora com o retorno de Ricardo ao futebol, Cristóvão brincou ao falar sobre como será enfrentá-lo.

— Para mim será uma grande alegria. Fui seu auxiliar por quase uma década e aprendi muito. Vou esperar com ansiedade para enfrentá-lo —festejou Cristóvão.

Fonte: Extra Online