Cuca diz que entrou na Justiça para receber de Botafogo e Fla

Compartilhe:

A fé de Cuca não costuma falhar. Após a dramática vitória do Atlético-MG sobre o Newell’s Old Boys, nos pênaltis, a camiseta preta com a imagem de Nossa Senhora já foi para a lavanderia. A ideia do treinador é usá-la novamente nas duas próximas quartas-feiras, quando o Galo estará decidindo o título da Libertadores com o Olimpia, do Paraguai. Hoje, a reza é por uma vitória sobre o Corinthians, a partir das 16 horas, no Pacaembu, pelo Brasileirão.

Vai usar de novo a camisa com a imagem de Nossa Senhora?

Já botei a camisa para lavar porque quero usá-la na quarta-feira. Ganhei da minha mulher. A gente tem muita fé, e é meu dever servir de exemplo para essa juventude. O engraçado é que outro dia, quando cheguei em casa, alguém tinha deixado na minha porta uma camisa com a inscrição “pede para a mãe que o filho atende”. Deve ter sido coisa do vizinho (risos).

O presidente Kalil disse que não é fácil manter Ronaldinho cinco dias concentrado. Como você está conseguindo?

Ele está focado. O grupo é responsável. Acho que ninguém deve estar gostando de ficar concentrado. Eu também não gostava. Mas é um sacrifício.

Faz diferença disputar a final do dia 24 no Mineirão, como prefere a Conmebol?

Faz, pois estamos acostumados a jogar no Independência. Só jogamos três vezes no Mineirão: duas contra o Cruzeiro e uma contra o Vila Nova. O que vale é a segurança.

Nos pênaltis, ficou a impressão de que o gramado do Independência estava ruim…

O gramado está replantado. O Victor (goleiro) me alertou para o problema naquele lado do campo, mas ali tínhamos uma força maior. A torcida estava ali para fazer pressão. Mas muita gente preferia o outro lado, onde no jogo anterior o Victor tinha defendido pênalti.

E você não aceitou? Deixou de ser supersticioso?

Isso não existe.

Por que então arruma os copos d’água de um jeito particular na beira do campo?

Se ter sede é ser supersticioso, então eu sou. Eu só arrumo quatro ou cinco copos na grama. Se passa o carrinho de maca e derruba tudo, tenho que repor. Dizem até que não deixo o ônibus andar de ré. Isso é palhaçada. É balela.

Quer mudar a imagem?

Nem estou preocupado com isso. Nem escuto.

Esse momento é o mais importante da sua carreira?

Queira Deus que a gente ganhe esse título para ficar essa marca na história do clube.

O Felipão te atrapalhou convocando Rever, Bernard e Jô ?

Perdi um pouco de treino com os meninos, mas o Atlético botou três guris na seleção. É um prazer ajudar o Felipe, que foi meu treinador no Juventude e me levou para o Grêmio. Fiquei contente por ele ter sido campeão (da Copa das Confederações). Acho que hoje o Brasil está na frente da Espanha, que não tem mais o que evoluir.

Acredita que Ronaldinho pode também ser convocado?

Eu gostaria de vê-lo na seleção. É diferenciado. Poderia ser convocado, mesmo que não fosse para ser titular. Mas o Felipe entende mais do que eu, que não sei o que é estar numa Copa.

Que plano faz para o futuro?

Penso em ser campeão da Libertadores e disputar o Mundial. Está tudo tão perto e tão distante… E cumprir meu contrato até o fim do ano.

Algum clube do Rio te deve?

Todos… Botafogo, Flamengo e Fluminense. Fui buscar na Justiça. Só abri mão do que o Fluminense me devia. Aquilo foi uma coisa de Deus (a campanha de 2009, quando livrou o clube do rebaixamento no Brasileirão).

Fonte: Extra Online

Comentários