Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

22/05/21 às 15:05 - São Januário

Escudo Vasco
VAS

X

Escudo Botafogo
BOT

Taça Rio

16/05/21 às 11:05 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Vasco
VAS

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

0

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Daniel Carvalho acredita em recuperação e elogia trabalho de Ricardo Gomes

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

A atual fase do Botafogo na Série B não é nada boa. Depois de perder para o CRB fora de casa, a equipe por pouco não deixou o G4 da competição. Durante o Futebol de Verdade desta segunda (31), o atacante Daniel Carvalho admitiu que o time corre o risco de não conseguir o acesso, mas garante que aposta na volta do Botafogo à primeira divisão.

“O risco existe, a gente sabe que vai ter muita dificuldade, mas confio que esse grupo ainda vai se entender melhor. O Serginho entrou a pouco tempo, o Navarro também, então esse time está se conhecendo, mas tenho certeza que vai subir sem dúvida nenhuma”, afirma o jogador.

Depois de um bom tempo logo dos gramados, muitos achavam que Daniel não voltaria a jogar futebol em alto nível, mas aos poucos o jogador vem mostrando que pode sim ser útil ao time de Ricardo Gomes. A maior motivação para que ele voltasse aos campos veio de casa.

“O que me motivou a voltar jogar foi o meu filho de sete anos. Ele é fanático por futebol, gosta cada vez mais de futebol e isso me motivou a voltar a jogar, ter esse prazer de ele estar na arquibancada e me ver jogando. Então eu voltei para o Rio, comecei a treinar no América, e depois eu fui apresentado ao Mauricinho, que é amigo do René (Simões) e do Antonio Lopez (gerente de futebol) e foi dessa forma que eu fui parar no Botafogo”, disse Daniel.

Ele também falou sobre o técnico Ricardo Gomes com quem voltou a trabalhar depois de um longo período, e garante: o comandante está 100%.

“Pra mim, que convivo ali com ele, tenho certeza que está muito bem. Claro que muita gente fica desconfiando pela dificuldade dele caminhar, mas está 100%, conta as histórias dele, como aconteceu o primeiro AVC no são Paulo. Lembro que eu tinha 19 anos quando ele me levou para seleção olímpica, então fico feliz de poder trabalhar com ele novamente”.

O jogador preferiu não apontar favoritos na luta pelo título da Série B e sobre os quatro que estarão de volta à elite do ano que vem. No entanto, acredita que a briga agora é restrita aos seis primeiros colocados.

“Acho que todos que estão ali em cima tem condições de brigar. O Santa Cruz vem subindo de produção, o Paysandu melhorou, mas as equipes oscilam muito. Esses seis primeiros são com certeza os que vão brigar pelo acesso, não dá para dizer quem é o favorito, quem vai ser campeão, mas tenho certeza que todos ali tem condições de subir”, concluiu.

Notícias relacionadas
Comentários