​A trajetória de Camilo no Botafogo chegou ao fim na tarde desta terça-feira (18). Em reunião com membros da diretoria do Alvinegro, um dos representantes do meia acertou a saída do jogador de 31 anos para o Internacional. Em troca, a equipe carioca vai receber, por empréstimo, o atacante Brenner.

Camilo chegou ao Botafogo em maio de 2016. De lá pra cá, o meia disputou 58 jogos e marcou sete gols, um deles de bicicleta. O namoro entre jogador e clube viveu o seu auge na temporada passada, o que o rendeu uma convocação para a seleção brasileira. Porém, em 2017, o relacionamento esfriou e aos poucos o atleta foi perdendo espaço na equipe de Jair Ventura.

Esporte Interativo relembrou os melhores momentos de Camilo no Botafogo. Confira, abaixo, um resumo da passagem do meia pela equipe carioca.

Estreia de gala: 

No dia 26 de junho de 2016, Camilo fez a sua estreia justamente contra a sua futura equipe, o Internacional. Na vitória do Botafogo por 3 a 2, o meia mostrou o seu cartão de visita e marcou um dos gols no triunfo do Alvinegro.

Um dos responsáveis pela ascensão no Brasileiro:

Na semana que chegou ao Botafogo, Camilo se deparou com crise no clube e vivenciou um momento não muito agradável: a torcida alvinegra invadiu um dos treinamentos do elenco em General Severiano para fazer cobranças. O meia chamou a responsabilidade no meio de campo e comandou a reviravolta da equipe no Campeonato Brasileiro, que, inclusive, chegou na Libertadores.

Foto

O ápice no Botafogo (e na carreira?): 

No dia 4 de setembro de 2016, Camilo “aprontou” com a camisa do Botafogo: após cruzamento de Luis Ricardo, o meia emendou uma bicicleta para marcar um belo gol na Arena Botafogo, então estádio do clube na temporada.

Foto

Homenagem do Botafogo pela pintura: 

Após o belo gol de bicicleta de Camilo, o Botafogo aproveitou a boa repercussão entre os torcedores alvinegros e lançou uma camisa homenageando o jogador pela pintura.

Foto

“Camiletes”:

A boa fase de Camilo nos jogos do Botafogo rendeu ao meia um fã clube: as “Camiletes”. As torcedoras alvinegras eram vistas com frequência nos jogos do Alvinegro no Rio de Janeiro.

Foto

“Ão ão ão Camilo é Seleção”: 

Até Tite, técnico da seleção brasileira, se rendeu ao talento de Camilo. Em janeiro deste ano, quando o Botafogo ainda fazia a pré-temporada, o meia foi convocado para vestir a amarelinha no amistoso diate da Colômbia, no Nilton Santos, estádio do Alvinegro. Na partida, ele aplicou um lindo drible entre as pernas do colombiano Berrío, hoje jogador do Flamengo.

A chegada de Montillo ao Botafogo atrapalhou?

Coincidência ou não, o rendimento de Camilo caiu depois da chegada de Montillo (que se aposentou em junho deste ano). A dupla não conseguiu o melhor entrosamento em campo e não caiu nas graças da torcida do Botafogo. Camilo, inclusive, se reuniu com Jair Ventura para expressar a insatisfação no posicionamento na equipe.

Foto

2017 longe do ideal e começo do fim de Camilo no Botafogo:

Camilo sofreu com lesões e não conseguiu fazer boas atuações com a camisa do Botafogo nesta temporada. Em 27 jogos, o meia marcou apenas um gol, diante do Atlético Nacional, da Colômbia, no dia 13 de abril.

No último dia 12 de julho, diante do Fluminense, Camilo teve noção da falta de privilégio com Jair Ventura: Bruno Silva, desfalque de última hora, foi cortado da partida. Em seu lugar, Jair optou por Marcos VInicius. Camilo, portanto, virou a terceira opção no time.

Amigo Pimpão lamenta saída de Camilo:

Nesta terça, Pimpão, grande amigo de Camilo no Botafogo, concedeu entrevista coletiva e lamentou a saída do meia e, claro, desejou boa sorte ao amigo no Internacional.

Foto

“Ele esteve aqui hoje. Ainda não está totalmente confirmado. Mas se despediu de nós. Grande jogador. Tenho uma grande amizade dentro e fora de campo. Conversávamos muito. Profissão é assim. Futebol é assim. Se não está legal em um lugar, tem outros clubes que se interessam. Fico feliz por ele. Que se dê muito bem na carreira”.

Fonte: Esporte Interativo