De Coritiba a Coritiba: Dória chega a 50 jogos no Bota ante rival

Compartilhe:

No dia 27 de maio de 2012, Dória ainda não havia completado 18 anos. Mesmo assim, foi lançado no time titular do Botafogo pelo técnico Oswaldo de Oliveira em um confronto com o Coritiba, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro. A vitória por 3 a 2 (relembre ao lado) em sua estreia como profissional foi apenas o primeiro passo. Contra o mesmo rival, no segundo turno da competição no ano passado, assumiu a posição de titular, vencendo novamente o confronto, desta vez por 2 a 0.

Nesta quinta-feira, no Maracanã, ele vai reencontrar o Coritiba em uma nova situação. Com convocação até mesmo para a seleção brasileira principal neste período, o jogador se tornou um dos pilares do time e vai completar 50 jogos com a camisa do clube.

– Espero que possa ter mais boas notícias. Depois daquele segundo jogo contra o Coritiba, não saí mais. Espero que o Botafogo encontre mais uma vez o caminho da vitória para engrenar uma boa sequência rumo ao título, que é o nosso objetivo – afirmou Dória.

doria botafogo   (Foto: Ivo Gonzalez/Globo)
O zagueiro Dória ainda tem 18 anos de idade (Foto: Ivo Gonzalez/Globo)

Desde então, o zagueiro vem em constante evolução com a camisa do clube. Ao lado de Bolívar, Dória se consolidou como uma das grandes promessas da posição no país e despertou o interesse de clubes europeus, chegando a receber propostas de 10 milhões de euros para deixar o Botafogo, o que acabou não acontecendo.

– Agora, tenho mais tranquilidade jogando com frequência. Antes, era só o começo e ficava meio receoso, tendo que mostrar o que eu poderia fazer. Já me conhecem mais. Tem o lado ruim, mas tem o bom pelo respeito, de saberem do que sou capaz – disse o zagueiro.

Mesmo consolidado como titular, Dória não mudou a numeração de sua camisa para esta temporada. Com a 4 de sua estreia emoldurada em casa, manteve a 21 desde a numeração fixa estabelecida pelo Botafogo em 2012.

– Tenho muitas coisas guardadas em casa, inclusive a camisa 4 do primeiro jogo. Mas quero continuar com a 21 pelo resto da minha carreira e em outros clubes no futuro – comentou.

Com 49 jogos disputados pelo time profissional do Botafogo, Dória não levou um cartão vermelho sequer. Para um zagueiro, não deixa de ser uma façanha. O jogador lembra que precisou aprender muito nas categorias de base para não repetir os erros nos profissionais.

– Às vezes, era expulso por falta de maturidade. Já levei vermelho por reclamar do árbitro no fim do jogo. Mas serviiu de aprendizagem – disse Dória, autor de quatro gols com a camisa do clube.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários