​Victor Luis chegou ao Botafogo na temporada passada, a princípio para disputar vaga com Diogo Barbosa, então titular na lateral esquerda. Porém, no decorrer do ano de 2016, Jair Ventura sofreu com lesões no elenco e, portanto, precisou inovar em alguns jogos: escalou a dobradinha Victor Luis e Diogo Barbosa no lado esquerdo.

A parceria deu certo. Mas, Diogo Barbosa se transferiu para o Cruzeiro no fim de 2016. Com isso, Victor Luis assumiu a titularidade e é um dos destaques do Botafogo neste ano. Autor de um belo gol na vitória do Alvinegro sobre o Vasco, na última quarta-feira, o lateral não escondeu a felicidade de balançar a rede e dedicou o tento aos pais.

Ruth Zamblauskas e Heraldo Zamblauskas, mãe e pai de Victor Luis, estavam presentes no Nilton Santos. Após a partida, os dois conversaram com a reportagem do Esporte Interativo, não esconderam a emoção de ver o filho balançar a rede e mandaram mensagem desejando parabéns ao jogador, que completa 24 anos nesta sexta-feira (23).

No dia seguinte ao triunfo sobre o Vasco, Victor Luis concedeu entrevista ao Esporte Interativo e falou sobre o bom ano que está tendo no Botafogo.

Acredita que os últimos 12 meses foram os melhores da sua carreira?

Acho que podemos sim dizer que esses 12 meses foram os melhores da minha carreira. Na parte de evolução profissional e também pessoal. Venho evoluindo cada vez mais. Estou muito feliz de consegui ter essa evolução.

fOTO

Hoje é o seu aniversário. Qual presente você gostaria de pedir à torcida do Botafogo?

Se eu pudesse pedir um presente, esse presente seria continuar com esse apoio que eles vem me dando. Acho que seria essencial para gente.

Titular absoluto no Botafogo, vai ser pai em breve e recentemente você casou: o que falta na sua vida?

O que falta para mim é um título esse ano. É o que está faltando para coroar esse ano, que é o melhor da minha carreira. O que falta é isso, um título de expressão para coroar o meu êxito.

Foto

O seu contrato com o Botafogo vai até dezembro e você pertence ao Palmeiras. Já é hora de pensar em renovação?

Essa parte de contrato é complicado eu falar algo. Tenho um contrato longo com o Palmeiras, de três anos, se for para continuar aqui, ficarei muito feliz. Me sinto em casa aqui. Sinto vontade de ficar. É um clube que sabe o meu valor. É complicado eu falar, como eu disse. Não posso negar que o Palmeiras é o time que me revelou. Estou muito feliz. Isso que importa.

Fonte: Esporte Interativo