A primeira chance do recém-chegado meia-atacante Marcos Vinícius como titular foi inesperada: detectada uma lesão em Bruno Silva, ele foi o escolhido por Jair Ventura para iniciar o clássico contra o Fluminense, na última quarta-feira. O meia aproveitou a oportunidade: foi um dos melhores em campo. Agora, ele espera as próximas chances do treinador e diz que já está preparado para o que vier.

A próxima pode vir já na segunda-feira, contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro. Com uma leve lesão detectada em Bruno Silva, ele é o favorito para manter a vaga no meio-campo.

– A expectativa para os próximos jogos é muito boa. O Bruno infelizmente sentiu a posterior, não sei como ele está, mas se precisarem de mim na segunda-feira eu estarei preparado. Recebi a oportunidade contra o Fluminense e graças a Deus correu bem – disse o jogador.

Marcos vai se adaptando ao Botafogo. Chegado no mês passado envolvido na negociação que levou Sassá e Joel para o Cruzeiro, o atleta disse que o grupo tem sido acolhedor.

– Sou um pouco tímido mesmo, mas já estou me entrosando. Começo a brincar e aos poucos vou me soltando. Jair falou para eu deixar a timidez fora de campo e eu falei “fica tranquilo, timidez é só fora de campo mesmo” (risos).

O treinador, aliás, foi um dos que o convenceu a chegar no Botafogo. Marcos Vinícius lembrou a ligação que recebeu do comandante, em que Jair demonstrou seu interesse no futebol do atleta.

– Isso me deixou muito feliz e me motivou mais ainda para vir ao Botafogo. Na hora eu me assustei, número do Rio me ligando, falei “deve ser imprensa”. Foi a primeira vez que isso aconteceu comigo, fiquei um mês pensando nisso. Para compensar, pretendo mostrar dentro de campo a que vim para ajudar a ele e aos meus companheiros.

O dia no Botafogo foi calmo: os atletas de linha fizeram apenas um trabalho na academia, enquanto os goleiros Jefferson, Helton Leite e Gatito Fernandes tiveram uma atividade leve no campo anexo do Engenhão.

Fonte: Extra Online