O presidente eleito do Cruzeiro, Wagner de Sá Pires, que representa a Raposa no sorteio da Libertadores, no Paraguai, explicou que um detalhe impede o anúncio definitivo por parte do clube da contratação do volante Bruno Silva, do Botafogo. Pires cita que a questão está muito adiantada, mas há um entrave financeiro.

– A pendência é a questão do pagamento, se vai ser no início ou no meio do mês. É questão de fluxo de caixa nosso com o do Botafogo. Praticamente isso. Está em torno de US$ 4 milhões, me parece – citou o dirigente, assim que chegou a Assunção, dando uma previsão otimista para a resolução da questão:

– Nos entendemos muito bem com o Botafogo. Acredito que hoje ou amanhã possamos resolver a questão do Bruno Silva.

Wagner ressaltou que o técnico Mano Menezes fez mais solicitações para o elenco.

– O Mano indicou reforços pontuais: dois laterais, um direito e um esquerdo, e um no ataque – comentou.

Fonte: Terra