Nos últimos dois jogos, Diego Souza marcou dois gols e foi o destaque do Botafogo nas vitórias diante do Sol de América, pelo confronto de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana, e do Vasco, pelo Campeonato Brasileiro. Ele estava há nove jogos sem ir às redes.

Em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira, após o treino no campo anexo do Estádio Nilton Santos, Diego destacou o retorno da boa fase e o cumprimento de “sua função” na equipe de Eduardo Barroca.

– Claro que fazer gols é importante para justificar sua posição, sou camisa 9 hoje e tenho obrigação de fazer gols. Isso gera tranquilidade para o nosso torcedor. Tinha uma cobrança de gols. Fiz dois em sequência e espero poder fazer mais ou ajudar a fazer gols. Essa é a minha função, de ajudar e participar das jogadas – disse Diego, na reapresentação do grupo, completando:

– (A vitória) Traz um ambiente muito bom, todo mundo segue trabalhando com muita alegria. Esse clima de vitória é muito importante. Fazer gol é sempre importante. Não fico com isso na cabeça. Não vinha saindo, a gente vinha aprimorando bastante. As coisas têm acontecido com naturalidade.

Depois do Clássico da Amizade, Diego Souza se isolou como o terceiro maior artilheiro da história dos pontos corridos, com 101 gols. Na conversa com jornalistas, o atacante também salientou a busca por Paulo Baier, que tem 106 gols e é o segundo da lista.

– Claro que quero buscar o Paulo Baier, porque eu buscando o Paulo vou estar fazendo meu trabalho bem feito. Não sei quantos gols tenho na carreira. Soube do centésimo só depois que fizeram uma matéria.

Diego Souza chegou ao Botafogo no início de março, emprestado pelo São Paulo até dezembro deste ano. Ao todo, o camisa 7 soma 13 jogos pelo Glorioso e volta a campo neste domingo, às 16h, para encarar o CSA, fora de casa.

Fonte: Terra