Diego Souza foi contratado para ser o centroavante do Botafogo. Porém, a forma de jogar da equipe deixa o jogador bastante isolado no comando do ataque. Mesmo sem participar da partida constantemente, o camisa 7 se mostra perigoso. Ele foi quem mais finalizou no Alvinegro e um dos que menos tocou na bola no empate por 0 a 0 contra a Chapecoense, ontem (26), no Nilton Santos.

O Botafogo teve 62,8% da posse de bola. Individualmente, Bochecha foi o jogador alvinegro que mais teve a redonda: 9,97% da equipe. Diego Souza? Apenas 1,45%. Para se ter uma ideia, Marcos Vinícius que entrou aos 22min do segundo tempo ficou com 1,5% e superou o companheiro.

Questão de característica. Mesmo isolado, Diego Souza foi quem mais tentou o gol. O camisa 7 teve cinco finalizações, apenas uma certa. Mas todas levaram perigo à meta de Tiepo.

“Sobre o Diego, já falei anteriormente que é um cara importante pra gente. Tem história na competição, dá peso à nossa equipe. Pode fazer outra função. No fim do jogo, voltou um pouco mais para o Rangel ficar adiantado. Teve duas oportunidades e finalizou mesmo diante de muita dificuldade. Goleiro esperava bola por cima, e o Gum foi muito feliz de conferir. Diego chegou quase dividindo com o goleiro e conseguiu finalizar por baixo”, disse o técnico do Botafogo.

“É um jogador importante do nosso grupo, foi decisivo em diversas partidas, contra o Vasco, contra o Athletico-PR, foi decisivo contra o Fortaleza, com passe pro Alex; foi decisivo contra o CSA, onde deu o passe para o Cícero; e a gente ganhou todos esses jogos”, completou Eduardo Barroca.

E isso não é algo que aconteceu contra a Chapecoense. Diego Souza tem ficado isolado no time em todas as partidas do Botafogo. Verdade que ele teve mais participação em outros jogos como contra o Atlético-PR (3,63%) ou o Flamengo (3,02%). O fato é que ele tem tocado pouco na bola.

Outro fato é que ele também é o jogador do Botafogo que mais finalizou nesse Brasileiro: 21. Além disso é o vice-artilheiro do Alvinegro na competição com três – um a menos que Alex Santana, na liderança. Por fim, Diego Souza é também o atleta que mais dribla na equipe.

O resultado é péssimo para o Botafogo que poderia colar na zona de classificação para a Libertadores. Com o empate, o Alvinegro chega aos 23 pontos e termina a rodada na mesma 9ª colocação. O time volta a campo no sábado, quando visitará o Internacional, no Beira Rio.

Fonte: UOL