O acerto de Diego Souza com o Botafogo, que pode ser oficializado nesta sexta-feira, foi costurado para suprir uma carência que a diretoria alvinegra mal consegue esconder: a de um homem-gol que chegue com a confiança da torcida. Restam poucos detalhes a serem alinhados com o São Paulo, que topou tirar do acordo uma dívida de R$ 3 milhões contraída pelo Alvinegro em 2013, referente à contratação de Henrique Almeida. Diego, de 33 anos, chegará por empréstimo até o fim de 2019, com chance de renovação por mais duas temporadas caso os paulistas não exijam o retorno.

Embora tenha surgido no meio-campo, foi como centroavante que Diego Souza se destacou nos últimos anos por Sport e São Paulo, conseguindo até chegar à seleção brasileira de Tite.

Apesar de Erik, que joga pelos lados do campo, viver fase de artilheiro, a escassez de gols preocupa: no Carioca, por exemplo, o Alvinegro só balançou a rede seis vezes, bem menos que Vasco (16), Fluminense (16) e Flamengo (19).

O vice de futebol Gustavo Noronha chegou a falar com Loco Abreu antes do Estadual, segundo revelou o uruguaio ao “Esporte Espetacular”. Rafael Moura, de 35 anos, foi outro a sentar na mesa de negociações com dirigentes alvinegros, mas foi descartado após reações negativas da torcida.

Wellington Tanque, atualmente no futebol japonês, e Maxwell, destaque do Resende, também foram sondados. Nenhum deles, porém, teria o impacto de Diego Souza. Enquanto a expectativa é que Diego traga seu faro artilheiro para o Rio, a diretoria alvinegra — cobrada por reforços — tenta emplacar seu principal gol na temporada.

São Paulo terá prioridade por Luiz Fernando

Interessado em Luiz Fernando, que virou reserva recentemente com Zé Ricardo, o São Paulo tentou incluir o meia-atacante alvinegro na negociação por Diego Souza. O Botafogo resistiu, e ficou acertado que o clube paulista terá prioridade pelo jogador: caso Luiz Fernando receba alguma proposta, o São Paulo será comunicado e terá direito de cobrir a oferta. A informação foi divulgada pelo site “Globoesporte.com”.

A ideia do Botafogo é ter Diego Souza à disposição para o clássico contra o Fluminense, no dia 17. O atacante vinha atuando pelo São Paulo e teve boa atuação na vitória sobre o Bragantino, no domingo passado. A ansiedade pelo reforço já contagiou o elenco alvinegro.

— Se vier, vai somar bastante para nós. É um cara tecnicamente bem acima da média — declarou o lateral Marcinho, que frisou também a maturidade de Diego: — A nossa equipe é bem jovem. A chegada dele é importante no quesito experiência.

Fonte: Extra Online