Diferente do divulgado pelo Comitê, Botafogo não pode dispensar Kalou em fevereiro

102 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Diferente do divulgado pelo Comitê, Botafogo não pode dispensar Kalou em fevereiro
Vitor Silva/Botafogo

Não procede que o Botafogo e Kalou tenham cláusula contratual de rescisão após o fim do Campeonato Brasileiro, em fevereiro. Segundo Thiago Franklin, do “Canal do TF”, a informação era divulgada por Carlos Augusto Montenegro e Ricardo Rotenberg, do Comitê Executivo de Futebol, e estava equivocada. O contrato, assinado na gestão Nelson Mufarrej, é válido até o fim de 2021.

A cláusula poderia favorecer o Botafogo para liberar o marfinense após o Brasileirão, porém não foi colocada no contrato por Ricardo Rotenberg, vice-presidente comercial e de marketing.

Ainda segundo Thiago Franklin, Kalou custa entre R$ 300 mil e R$ 400 mil por mês. Há uma cláusula que protege o jogador, que caso queira sair pode pedir a rescisão sem custos. O Botafogo, caso queira se desfazer do atacante, precisará negociar diretamente com ele.

Com rendimento ruim em campo e mal fisicamente em parte da temporada, Kalou não caiu nas graças da torcida e fez apenas um gol.

Veja o vídeo do Canal do TF:

Fonte: Redação FogãoNET e Canal do TF

Notícias relacionadas