O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, admitiu, pela primeira vez, que o craque Seedorf, pode, sim, assumir o comando do Milan, como técnico, a partir de junho. O dirigente falou também sobre a vinda dele ao Brasil, tratada como decisiva para a suposta negociação, de acordo com a imprensa italiana.

– Seedorf não está na “pole position” (para assumir o Milan). Digamos que ele está entre os candidatos, mas não é o favorito. Nos encontramos no Brasil porque vou lá todos os anos, somos amigos. Vamos assim até o final da temporada, e então veremos quem será o próximo treinador do Milan – disse Galliani a Gazzetta dello Sport. 

Recentemente, em entrevista ao LANCE!Net, o mesmo dirigente negou a negociação e disse que não havia nada do tipo.

Coincidentemente, no dia 30 do mesmo mês encerra-se o contrato do craque com o Glorioso. Além disso, o atual treinador Massimiliano Allegri já disse que deixa o comando do clube rossonero também em junho.

De férias, Seedorf se reapresenta ao Botafogo na próxima segunda-feira, dia 13, em General Severiano, onde vai realizar exames médicos.

Fonte: Lancenet!