Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Dispensa de titulares explicita carências do elenco. Promessas devem subir

0 comentários

Compartilhe

A surpreendente dispensa de Bolívar, Júlio César, Edílson e Emerson deixou o elenco do Botafogo ainda mais carente na zaga e nas laterais. Decisão particular do presidente Maurício Assumpção, que já contava com a oposição da torcida e agora deve ser ainda mais criticado, os titulares tiveram contrato rescindido às vésperas de jogo importante com o Vitória.

Edílson é o terceiro lateral-direito que o Alvinegro perde no ano, já que Gilberto foi emprestado ao Internacional e Lucas pediu desligamento na Justiça por conta dos salários atrasados. Agora, o clube terá de promover de vez o jovem Erick, capitão dos juniores, usar o contestado John Lennon, que se recuperou de lesão, ou reintegrar Alex.

Na zaga, Dankler é o reserva imediato de Bolívar, mas vinha sendo improvisado na lateral direita por conta da lesão de Edílson. Agora, deve voltar ao miolo da defesa ou dar lugar ao jovem Matheus Menezes. Igor Rabello, titular dos juniores e convocado por Alexandre Gallo para a Seleção Sub-20, também pode ser aproveitado ao lado de André Bahia.

Por fim, na esquerda, agora apenas Júnior César permanece no elenco com experiência de jogo. Guilherme, cria das divisões de base, foi relacionado para o banco de reservas recentemente, mas não joga desde 2011 pelo clube. Renan Lemos, outro prata-da-casa, se recupera de lesão, enquanto Jean, titular dos juniores, é a outra opção.

A crise financeira que assola General Severiano e atinge o elenco também é atribuída a Maurício Assumpção pela torcida. O presidente admitiu ter sonegado o Ato Trabalhista e acabou expulso do acordo, fazendo com que toda a renda do clube seja penhorada pela Justiça. Com isso, os salários estão atrasados por todo o ano de 2014.

Comentários