O veto da presidente Dilma Rousseff ao refinanciamento das dívidas dos clubes com a União sem a exigência de alguma contrapartida foi uma canetada certeira no longo histórico de irresponsabilidade dos dirigentes do futebol brasileiro. Flamengo, Botafogo, Vasco e Fluminense estão, nesta ordem, entre os seis primeiros clubes do ranking de devedores que é liderado pelo Atlético-MG e tem o Corinthians em quarto lugar. Juntos, os cariocas somam uma dívida de R$ 781,7 milhões com a União.

Dois levantamentos da dívida encomendados pelo blog Extracampo à Procuradoria Geral da Fazenda Nacional em dezembro passado e nesta semana demonstram o quanto o poço é fundo. No período de pouco mais de um mês, a dívida do Vasco foi a única reduzida: de R$ 150,8 milhões para R$ 147,7 milhões (queda de R$ 3 milhões) – mesmo assim, porque o clube pagou R$ 14 milhões para conseguir a Certidão Negativa de Débito, de olho no patrocínio da Caixa Econômica. A do Flamengo subiu R$ 7,1 milhões (de R$ 234,2 milhões para R$ 241,3 milhões). A dívida do Botafogo teve acréscimo de R$ 1,6 milhão (de R$ 218,2 milhões para R$ 219,9 milhões). E a do Fluminense, de R$ 431 mil (de R$ 172,4 milhões para R$ 172,8 milhões).

Ou seja: de dezembro para janeiro, a dívida dos clubes do Rio com a União cresceu R$ 6 milhões.

Dá para pagar? É claro que não.

Os principais devedores:

1 – Atlético-MG – Dezembro: R$ 280.172.752,10 / Janeiro: R$ 282.570.747,24

2 – Flamengo – Dezembro: R$ 234.208.723,01 / Janeiro: R$ 241.337.668,77

3 – Botafogo – Dezembro: R$ 218.267.869,82 / Janeiro: R$ 219.894.486,45

4 – Corinthians – Dezembro: 182.405.342,22 / Janeiro: R$ 186.466.057,27

5 – Fluminense – Dezembro: R$ 172.399.946,76 / Janeiro: R$ 172.831.635,23

6 – Vasco – Dezembro: 150.762.700,07 / Janeiro: R$ 147.664.233,70

Fonte: Blog Extracampo - Marluci Martins - Extra Online