Marcos Paquetá será o técnico do Botafogo para a volta do Campeonato Brasileiro após a Copa do Mundo. No Fogão, terá dois dos jogadores com quem conquistou o título mundial sub-20 com o Brasil em 2003, o goleiro Jefferson e o volante Dudu Cearense.

O volante falou ao Globoesporte.com sobre a contratação do treinador. Dudu Cearense diz que o dedo do treinador foi essencial nos rumos em que teve na carreira e destacou algumas qualidades do trabalho do novo comandante alvinegro.

“O caráter, principalmente, destaca. O Paquetá tem uma personalidade bastante competitiva, é um cara muito vencedor e é obcecado pela perfeição. Ele sempre quer vencer. Sou suspeito para falar dele, fui convocado e campeão mundial com ele. Venci a Bola de Prata (segundo melhor jogador do Mundial Sub-20 de 2003) e ele me ajudou muito. Se hoje estou no Botafogo e sou o Dudu Cearense, tenho muito que agradecer a ele“, disse o volante.

Com a chegada do novo comandante, abre-se a chance de que Dudu possa ter mais espaço no time do Botafogo. O volante, no entanto, minimiza tal expectativa e se coloca à disposição para ajudar Marcos Paquetá em sua nova casa.

“Isso (chance de ser titular) é muito relativo. Em todo o tempo que estive aqui no Botafogo, poucos técnicos me aproveitaram. Não estou criando expectativa. O Paquetá me conhece muito bem e o que vier será lucro. Ele me ajudou muito e eu o ajudei também. Vou fazer o meu trabalho bem feito e tentar ajudá-lo e o Botafogo. Espero poder ter mais oportunidades e trabalhar. Se ele puder optar por mim, me conhecendo bem, ficarei feliz“, disse.

Fonte: Torcedores.com e Globoesporte.com