(E nada muda!) Enquanto clubes mergulham no prejuízo, Federações surfam no lucro

Compartilhe:

Os balanços de 2014 apresentados pelos 12 grandes do futebol brasileiro mostraram um “mergulho” nos prejuízos, já que só o Flamengo teve lucro no ano passado, enquanto os outros 11 grandes clubes apresentaram déficit. Entre as Federações Estaduais, porém, a situação é bem diferente: a maioria fechou o balanço no azul.

Das 26 Federações, 15 terminaram 2014 com superávit, enquanto cinco tiveram déficit – seis entidades não publicaram os resultados financeiros no site da CBF.

O maior lucro foi o da FGF (Federação Gaúcha de Futebol): R$ 3.644.482,82. Em seguida, aparece a FGF (Federação Goiana de Futebol), com R$ 1.636.581,00, enquanto a FPF (Federação Pernambucana de Futebol), fecha o pódio, com R$ 1.306.002,00.

O número vindo do Rio Grande do Sul, inclusive, faz inveja a muitas empresas. Visto que a receita da FGF foi de R$ 6.339.783,43 em 2014, o superávit representa nada menos do que um lucro de 57,48% em relação aos ganhos, o que deixaria qualquer dono de empresa eufórico.

A situação contrasta bastante com a dos clubes. O Corinthians, por exemplo, teve uma receita de R$ 258,2 milhões no ano passado. Se a mesma proporção da FGF fosse seguida, a equipe teria vibrado com um lucro de R$ 148,5 milhões, ao invés de um prejuízo de cerca de R$ 97 milhões, que foi o que o time do Parque São Jorge apresentou em seu último balanço.

No campo dos prejuízos, o pior foi o da FCF (Federação Cearense de Futebol), que teve déficit de R$ 692.599,40. Na sequência, aparecem a FTF (Federação Tocantinense de Futebol), com R$ 193.700,58, e a FBF (Federação Brasiliense de Futebol), com R$ 164.061,81.

Confira os resultados de cada balanço de 2014:

Alagoas: não publicou o resultado do balanço
Sergipe: lucro de R$ 9.665,72
Tocantins: prejuízo de R$ 193.700,58
Pará: lucro de R$ 110.772,47
Pernambuco: lucro de R$ 1.306.002,00
Amazonas: lucro de R$ 71.910,84
Ceará: prejuízo de R$ 692.599,40
Acre: lucro de R$ 821.003,43
Paraná: lucro de R$ 685.865,55
Santa Catarina: lucro de R$ 237.931,00
Rondônia: lucro de R$ 243.824,00
Minas Gerais: lucro de R$ 912.505,00
Espírito Santo: prejuízo de R$ 120.920,75
Maranhão: lucro de R$ 58.842,90
São Paulo: lucro de R$ 669.000,00
Rio Grande do Sul: lucro de R$ 3.644.482,82
Paraíba: não publicou o resultado do balanço
Mato Grosso do Sul: prejuízo de R$ 34.241,39
Piauí: não publicou o resultado do balanço
Rio de Janeiro: lucro de R$ 1.006.478,12
Rio Grande do Norte: não publicou o resultado do balanço
Distrito Federal: prejuízo de R$ 164.061,81
Bahia: lucro de R$ 1.636.581,00
Roraima: não publicou o resultado do balanço
Goiás: lucro de R$ 1.019.060,70
Mato Grosso: não publicou o resultado do balanço



Fonte: ESPN.com.br
Comentários