Quando o Botafogo perdia por 2 a 0 para o Internacional, o técnico Vágner Mancini decidiu colocar o lateral-direito Edilson no lugar do volante Airton. O primeiro jogou improvisado no meio de campo, teve uma grande atuação e ajudou o Alvinegro a empatar o jogo do último domingo (27). Após a partida, o treinador elogiou o desempenho do jogador e disse que foi uma grata surpresa. Em entrevista à Super Rádio Tupi, Edilson também aprovou a sua atuação e fez questão de retribuir elogios ao comandante.
“O Mancini é um cara muito sincero e transparente. Ele me chamou e perguntou se eu já tinha atuado naquela posição. Eu disse que tinha atuado uma vez e estava ali para ajudar. Ele falou que estava com medo de me queimar naquela posição, mas eu assumi a responsabilidade e disse que queria ajudar. Passei confiança para ele e fiquei feliz em ajudar meus companheiros” – declarou.
Edilson afirmou que está disposto a ajudar o Botafogo independente da posição.
“Um jogador precisa estar apto a mudanças. Se o Mancini precisar novamente, eu vou estar pronto para ajudar. O atleta está feliz quando está jogando. Eu vou brigar pelo meu espaço na lateral, mas se tiver oportunidade vou jogar em qualquer posição vou estar pronto para ajudar o Botafogo. Sou pago para isso e vou fazer o melhor sempre” – finalizou.
Fonte: Super Rádio Tupi