O Botafogo avançou para a Segunda Fase da Copa Sul-Americana, mas não foi fácil, pelo contrário. Depois de bater o Audax Italiano, por 2 a 1, no Chile, o Alvinegro não teve grande atuação e acabou ficando no empate por 1 a 1 com os chilenos, nesta quarta-feira (9 de maio), no Estádio Nilton Santos.

Comentarista da partida, Edmundo, assim como boa parte da torcida alvinegra, não ficou nada satisfeito com o desempenho do time do técnico Alberto Valentim.

“O Botafogo saiu vaiado no primeiro tempo, foi desorganizado, não marcava, errava passes, irritou o torcedor. No segundo tempo melhorou, fez belo com gol e aí começou os desperdícios, três cara a cara com o goleiro. Deu forças para o Audax Italiano. Quando o árbitro terminou o jogo a torcida não ficou satisfeita. A marca do Botafogo, principalmente com o Valentim, era de um time organizado, que saía com velocidade e organização. Hoje não aconteceu, talvez porque não estivesse concentrado como de costume. Venceu fora e trouxe para o Nilton Santos uma vantagem que poderia ser melhor administrada”, analisou o ex-jogador.

“Tudo isso tira a concentração, os jogadores entram mais relaxados. Aquela frase: não tem mais bobo no futebol, hoje eles vieram aqui, jogaram com raça, mesmo sem jogador excepcional. Eles perceberam que o Botafogo também não mostrava uma resistência forte, cresceram, melhoraram e acreditaram que poderiam levar para as penalidades”, finalizou Edmundo.

Fonte: Fox Sports