O Botafogo agiu rápido após a demissão de Zé Ricardo. Eduardo Barroca foi apresentado como treinador do Alvinegro nesta terça-feira, no Estádio Nilton Santos. Na entrevista coletiva, o novo comandante falou sobre aproveitar os bons fatores deixados pelo ex-técnico, além de agradecer a oportunidade pelo Alvinegro, clube que se destacou na categoria sub-20 em 2016 e 2017.

– Com muito alegria que agradeço pela oportunidade. Minha relação com o Botafogo é profissional, mas toda a experiência aqui dentro me moldou. Tenho um carinho especial pelo clube. Respeito muito o Zé, temos relação estreita, nossos caminhos se cruzaram muito, temos uma relação familiar. Meu respeito pelo que ele fez no Botafogo é muito grande. Com certeza vou dar sequência a tudo de bom que ele deixou para gente – afirmou.

O novo treinador destacou a felicidade em retornar ao Botafogo. Eduardo Barroca não escondeu que o desejo era trabalhar em uma equipe profissional, e que o Botafogo é o melhor lugar para fazer essa transição entre a base e a parte principal do futebol justamente pelo conhecimento do clube.

– Desde muito novo pautei minha carreira para tentar chegar a um grande clube. Tentei pavimentar esse caminho com processo. Trabalhei em mutos clubes, fui auxiliar de grandes treinadores como Falcão, Joel Santana, Jorginho. Trabalhei em base e profissional, seleções brasileiras. Tudo para tentar chegar a esse momento o mais preparador possível. Hoje me sinto extremamente preparado – analisou.Entendo que o Botafogo é o melhor clube para fazer essa transição. Conheço o clube, tenho boa relação, é a sintonia perfeita. Estou muito confiante de fazer um grande trabalho no Botafogo – completou.

Eduardo Barroca afirmou que os compromissos no Estádio Nilton Santos serão importantes no começo da trajetória do Botafogo no Campeonato Brasileiro. Até a competição começar, o treinador espera fazer jus ao posto que ele está ocupando com uma equipe que se destaque.

– São nove treinos em dez dias até a estreia. Acho que é um momento importante. O Botafogo nas quatro primeiras rodadas do Brasileiro vai jogar três vezes no Rio. Nas nove rodadas até a Copa América, são seis jogos no Rio. Teremos algumas semanas cheias para trabalhar. Pauto muito a minha vida em cima de coragem, confiança. Sou de Del Castilho, a dez minutos andando do Nilton Santos. Com 36 anos, estou dirigindo um dos maiores clubes do pais. Sigo pautado pela coragem. O Botafogo tem que ser protagonista em qualquer competição que disputa – bradou.

Além de Eduardo Barroca, chegam ao Botafogo o auxiliar-técnico Alfredo Montesso e o preparador físico Anderson Gomes, que se juntarão a Bruno Lazaroni e Felipe Capela, membros fixos da comissão do Alvinegro.

Fonte: Terra