Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Eduardo Freeland é apresentado como diretor de futebol no Botafogo; leia principais declarações

52 comentários

Compartilhe

Eduardo Freeland é apresentado como diretor de futebol no Botafogo; leia principais declarações
Vitor Silva/Botafogo

De volta ao clube, Eduardo Freeland foi apresentado oficialmente como diretor de futebol do Botafogo, na tarde desta terça-feira, no Estádio Nilton Santos. O profissional retorna credenciado pelos vitoriosos trabalhos por onde passou e inicia seu novo ciclo na temporada 2021 com grandes desafios pela frente.

Freeland concedeu entrevista coletiva virtual, respeitando os protocolos de saúde que ainda impedem as entrevistas presenciais na sala de imprensa do clube. O novo diretor de futebol sentou à mesa ao lado do presidente Durcesio Mello e do VP geral Vinícius Assumpção.

O Presidente Durcesio Mello abriu a coletiva com elogios ao novo diretor e a expectativa de um trabalho profissional com Eduardo Freeland à frente do futebol.

– Dentro do processo de profissionalização e modernização do Botafogo tenho grande satisfação de anunciar a chegada de Eduardo Freeland. Processo este que começou com a chegada de Altamiro Bottino no começo do mês. Esse é o Botafogo que queremos montar, com profissionalismo. Conheço o Freeland de muito tempo e estou muito satisfeito e honrado por tê-lo nesta gestão de quatro anos. Ele terá total autonomia no departamento de futebol, irá traçar o nosso rumo, de um Botafogo vencedor que queremos – disse Durcesio.

VP geral, Vinícius Assumpção também falou sobre a chegada do diretor ao clube e destacou o processo de profissionalização que espera com a chegada de Eduardo Freeland.

– Acho que o Presidente já externou a importância da contratação do Freeland e do Altamiro. Começamos a dar uma cara ao Departamento de Futebol que tanto queremos, com profissionalização. Acho que esse processo todo é de mudança de cultura interna do Botafogo. Realizar isso não é fácil e todo esse processo chega para superarmos esse momento difícil e, mais que isso, que não volte a acontecer no clube. Estamos muito esperançosos e confiantes para que possamos dar uma guinada no futebol do Botafogo – completou.

Em suas primeiras palavras como Diretor de Futebol, Eduardo Freeland destacou a satisfação em retornar ao clube e falou sobre o novo desafio na carreira, principalmente no processo de profissionalização do futebol.

– É com muita honra que estou sentado aqui sendo apresentado a vocês. Agradeço a confiança de todos e acredito muito no trabalho que vamos construir aqui, com reestruturação. Um caminho bonito pela frente, mas também de muito trabalho e tenho certeza que vamos juntos buscar a retomada – disse Freeland.

Confira os trechos da entrevista coletiva de Eduardo Freeland, novo Diretor de Futebol do Botafogo:

PRIORIDADES NO INÍCIO DO TRABALHO

– Fundamentalmente faremos um diagnóstico. Estou chegando hoje e precisamos nos aprofundar para que tenhamos as melhores escolhas. O Barroca também entra nessa mesma estrutura. Quero conversar com o treinador, mas também avaliar todo esse contexto de forma profissional, pensando sempre no Botafogo para que tenhamos o maior nível de acertos.

TULIO LUSTOSA

– Realmente a questão do Tulio se apresenta no mesmo cenário do Barroca. Conversas e avaliações serão feitas. Ninguém está fora ou garantido. Vamos avaliar no menor tempo possível e quem fizer sentido permanecer, seguirá. No que julgarmos necessário faremos uma reformulação.

REFORMULAÇÃO DO ELENCO

– Nossa intenção é correr contra o tempo, mas acima de tudo, com critérios claros para tomarmos as decisões. Temos que estar muito atentos e vamos buscar minimizar erros no tempo curto para uma montagem de elenco e reestruturação funcional para toda a temporada 2021.

DIRETRIZES SOBRE A MONTAGEM DO PLANTEL 2021

– Vamos ter que ser responsáveis e isso significa buscar no mercado o menor custo benefício. Potencializar os atletas de base, mas sempre com responsabilidade e pensando no projeto de médio e longo prazo. Vemos o quanto que a torcida precisa sentir confiança no elenco e faremos isso com responsabilidade.

OBSERVAÇÃO INICIAL

– A nossa intenção é avaliar todos os cenários. Os primeiros dias servem para avaliarmos tudo que está acontecendo dentro do clube, os motivos que fazem com que a equipe não performe. Primeiro o diagnóstico para que depois a gente pense em replanejar o elenco e nossos próximos passos.

GATITO E KALOU

– A gente entende a expectativa da torcida, mas temos que saber em que momento estamos. Obviamente eu já acompanhava os jogos e sabemos de situações mais urgentes. Vamos conversar com todas as partes para tomarmos as melhores decisões com todos que estão envolvidos no processo.

MOTIVAÇÃO PARA VOLTAR AO BOTAFOGO

– Sem dúvida que a seriedade do Presidente foi um propulsor. Já nos conhecemos de algum tempo de forma mais distanciada, mas a pessoa e o profissional que é me seduziu muito para fazer parte desse processo. Participar dessa reestruturação de um clube tão grande me motiva. Hoje estou mais preparado e entendo que o momento é ideal para fazer essa transição ao futebol profissional. Um caminho de profissionalismo é o que o Botafogo está tomando agora.

MAIOR UTILIZAÇÃO DA BASE

– Nosso foco vai ser em resultados em todos os níveis. Quando um jogador chega ao profissional é um resultado importante. Teremos que ter muita responsabilidade para entendermos o quanto vão suportar atuar no futebol profissional. Venho da base, gosto muito do trabalho e sei que estão sedentos por oportunidades.

PERFIL DAS CONTRATAÇÕES

– Fundamentalmente buscaremos atletas que queiram participar dessa reconstrução. Precisamos de atletas que entendam essa realidade e que estejam sedentos para recolocar o Botafogo na elite. Queremos ter os melhores jogadores possíveis dentro das possibilidades do clube.

CAPACIDADES E COMPETÊNCIAS

– Precisamos reunir capacidades e competências. O desafio é grande, mas com todo profissionalismo, ações e a chegada do Altamiro, um profissional de nível altíssimo e que briga pelas condições de trabalho, vamos buscar ser competitivos já neste ano.

A IMPORTÂNCIA DO TORCEDOR E AS INFLUÊNCIAS EXTERNAS NO PROCESSO

– O torcedor é peça fundamental no processo, o clube existe por conta deles, mas é fundamental que a gente consiga ter uma análise fria e criteriosa em qualquer ação que tomarmos. Avaliar o que queremos, para em cima disso tomarmos as decisões. Entendemos que assim a assertividade aumenta e a consequência disso será uma melhor performance dentro de campo.

FOLHA SALARIAL

– Essa primeira semana será importante para entendermos toda a situação. Vou passar a conhecer melhor todas as questões contratuais para entender o que teremos.

O CAMINHO PROFISSIONAL

– O processo de profissionalismo depende de processos e pessoas. Entendo que precisamos potencializar as área para a entrega de performance no futebol. Junto a isso estão os critérios claros para tomadas de decisões em cada área.

RELAÇÃO COM EMPRESÁRIOS

– A melhor forma é olhar o melhor para o Botafogo. O relacionamento com representantes e empresários é normal, mas sem prejudicar a parte mais interessada, que é o clube. O melhor para o clube sempre.

Veja o vídeo da Botafogo TV:

Siga o @fogaonet no Instagram e fique atualizado com as últimas notícias do Botafogo:

Fonte: Site oficial do Botafogo

Comentários