Efetivado como titular, Edilson se considera bastante útil

Compartilhe:

As lesões de Lucas e Gilberto durante a disputa do Campeonato Brasileiro abriram espaço para Edilson ganhar a chance de ser titular efetivo do Botafogo. Contratado no início do ano, depois de uma passagem pelo Grêmio, ele disputou apenas 11 jogos com a camisa do clube.

O empate em 0 a 0 com o São Paulo, domingo, no Maracanã, foi o segundo jogo seguido como titular efetivo. O primeiro havia sido o 2 a 2 com o Atlético-MG, em Belo Horizonte, que garantiu a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil.

– Eu me sinto bastante útil e tento melhorar a cada jogo. Entrar agora é muito mais fácil do que nos jogos em que joguei com a equipe mista. Infelizmente, é difícil entrar na vaga de alguém machucado, pois você fica triste pelos comapnheiros, mas tenho que pensar que é minha oportunidade. Fui contratado para isso – disse Edilson.

O relcionamento com o técnico Oswaldo de Oliveira foi destacado pelo jogador. Segundo ele, as conversas com o comandante deixam o grupo motivado, apesar de alguns não serem muitas vezes relacionados para os jogos.

– Ele está sempre conversando com o pessoal que não vem jogando. É muito chato ficar fora e precisa ter uma cabeça muito boa, pois uma hora a chance vai pintar. O campeonato é longo – comentou Edilson.

O próximo jogo do Botafogo é contra o Coritiba, quinta-feira, no Maracanã. Edilson, mais uma vez, será titular. O time está na quarta colocação no Campeonato Brasileiro, com 30 pontos.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários