Que o Nacional-PAR é uma equipe modesta todos sabem. O melhor ano da história da equipe foi 2014, quando quase protagonizou a maior zebra da história da Libertadores ao chegar à final da competição e perder para o San Lorenzo. Porém, que a diferença em valor de mercado do clube é tão grande em relação ao Botafogo poucos poderiam imaginar.

A equipe carioca não é uma das mais valiosas entre as grandes do futebol brasileiro, pelo contrário, com um elenco modesto para os padrões nacionais, tem um valor de mercado relativamente baixo se comparado aos principais rivais.

Porém, segundo o Transfermarkt, o elenco do Botafogo vale 29,65 milhões de euros, que em valores convertidos no dia 31 de julho de 2018 chega a R$130 milhões. O valor de mercado do Nacional-PAR é de apenas 2,25 milhões de euros, que convertido para o real não chega aos R$10 milhões.

Para exemplificar melhor a disparidade entre os elencos, pode ser comparado o jogador mais caro de cada equipe. Pelo lado do Botafogo, os atletas de maior valor entre os 33 do plantel são o goleiro Gatito Fernandez, de 30 anos, e o zagueiro Igor Rabello, de 23. Ambos valem 2,5 milhões de euros segundo o site especializado – valor maior que de todo o time do Nacional-PAR.

Pelo lado dos paraguaios, os atletas com maior valor de mercado são os meias Luis Miño, de 29 anos, e Juan Vieyra, de 26, ambos valendo 300 mil euros.

As equipes se enfrentam no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, nesta quarta-feira (1), às 19h30, pela partida de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana.

Fonte: Torcedores.com