Em alta, Roger, Rodrigo Pimpão e Bruno Silva melhoram marcas na temporada

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Se tem um trio fazendo a diferença no Botafogo é aquele formado por Roger, Rodrigo Pimpão e Bruno Silva. Foi assim, mais uma vez, no último domingo. O volante fez o gol do triunfo de 2 a 1 sobre o Bahia na Arena Fonte Nova, no fim do segundo tempo. A vitória, que começou a ser construída com um gol de cabeça de Roger, teve dois cruzamentos de Pimpão como assistências.

Os números não mentem. Com 14, nove e oito gols respectivamente (ao lado de Sassá), eles são os artilheiros do time na temporada e, ainda por cima, parecem viver as melhores fases nas respectivas carreiras.

Comecemos por quem marcou o primeiro tento na vitória fora de casa. Roger, apesar de contestado pela torcida, já está na sua quinta melhor temporada no quesito gols. Ele só perde para os anos de 2016 (22); 2009 (17); 2012 (16) e 2015 (15). Mas ainda há muitos jogos pela frente até o fim do ano.

Bruno Silva artilheiro

Enquanto o atacante luta para terminar o ano com a melhor marca de gols em um só ano, o volante já goza desta marca. Com o gol marcado contra o Tricolor Baiano, ele chegou aos oito em 2017 e ampliou a vantagem para os cinco que tem em 2016 pelo Alvinegro e em 2015, quando defendeu Chapecoense e Ponte Preta.

Pimpão, o Garçom

Enquanto Roger e Bruno Silva mostraram mais uma vez o seu faro de gols, o atacante Rodrigo Pimpão exibiu seu lado ‘camisa 10’. Só neste Brasileirão, são cinco passes ou cruzamentos que terminaram em gols, dois a menos que o líder Gustavo Scarpa. O volante Dudu Cearense destacou os méritos do artilheiro do time na Libertadores no aspecto tático.

– O Pimpão tem uma importância muito grande. Ele é um grande jogador. Na minha concepção, é um jogador taticamente perfeito, que tem uma intensidade muito grande durante a partida. Ajuda muito na marcação. Não só ele. O grupo todo ajuda muito. Está coeso e ólido – opinou o meio-campista.

Notícias relacionadas