Desde o 0 a 0 no primeiro turno do Brasileiro de 2009, no Nilton Santos, nos últimos dez anos (ou 17 partidas) pela competição nacional, todo jogo entre Corinthians e Botafogo a rede balançou, ao menos, uma vez. E, hoje, às 17h, as duas equipes voltam a se enfrentar, na Arena Corinthians, com uma escrita a ser batida pelos cariocas a de jamais ter vencido os rivais no estádio.

Inaugurada em 2014, a Arena Corinthians recebeu quatro jogos contra o Botafogo. Após o empate em 1 a 1, há cinco anos, os donos da casa venceram por 3 a 1 em 2016, 1 a 0 no ano seguinte, e 2 a 0 em 2018. E o último triunfo sobre o Corinthians, em São Paulo, foi em 2012, no Pacaembu, por 3 a 1.

Para hoje, o Botafogo estará desfalcado do zagueiro Joel Carli, que não se recuperou de dores na coxa direita, e o volante Alex Santana, lesionado na coxa direita. Marcelo e Rickson são os substitutos, respectivamente.

O técnico Eduardo Barroca, que já trabalhou no sub-20 do rival, sabe que a missão do Alvinegro logo mais não é das mais fáceis contra a melhor defesa do Brasileiro. O Corinthians sofreu oito gols em 14 partidas, sendo apenas dois deles em sete jogos em casa.

— Sou muito grato ao Corinthians pela forma como fui tratado. Trabalhei no clube duas vezes, tenho muito respeito, que é recíproco. Enfrentá-lo em qualquer situação é muito difícil. Esta há muitos jogos (11, pelo Brasileiro) sem perder em casa. Teremos que beirar a perfeição — salientou.

Invencibilidade do rival à parte, Barroca está animado com a chance de alcançar a terceira vitória seguida, após superar Avaí e Athletico:

— Trabalhamos nesse segundo ciclo (após a Copa América) com uma meta clara de pelo menos igualar a pontuação do primeiro. Temos cinco jogos e precisamos de mais oito pontos.

Triunfo leva time ao G-6

No retrospecto recente entre Botafogo e Corinthians, empatar tem sido um verbo de rara conjugação. Nos últimos 17 jogos, foram cinco as vezes em que os rivais terminaram iguais. O mais recente foi o 1 a 1 na Arena Corinthians, no primeiro jogo entre ambos no local, em 2014. De lá para cá, foram sete vitórias, sempre para os mandantes.

E se perdeu todos todos os jogos contra os paulistas fora, desde então, em casa a história é totalmente inversa: Botafogo vem de cinco triunfos contra os rivais.

Caso conquiste a terceira vitória como visitante (ganhou do CSA e Avaí), o time de Barroca vai ultrapassar o Corinthians na classificação, assumindo o sexto lugar.

Fonte: Extra Online