Rival do Botafogo na fase preiminar da Copa Libertadores, o Deportivo Quito passa por delicada situação financeira. Muitos jogadores deixaram o clube por falta de pagamento, como as estrelas Fabián Carini e Frederico Nieto.

Carini, goleiro uruguaio de 33 anos, era uma das maiores lideranças do elenco da La Academia e acumula passagens por Juventus, Inter de Milão e Atlético-MG. O argentino Nieto, ex-Atlético-PR, por sua vez, foi o artilheiro da equipe na temporada, com 29 gols em 34 jogos.

– O clube passa por uma crise financeira muito grande. Os melhores jogadores estão indo embora por falta de pagamento. O Nieto, artilheiro do time e que jogou no Atlético-PR, está indo embora. O Colón, canhoto, baixinho e habilidoso, também, o povo o quer na seleção do Equador. O Deportivo vai ter de se estruturar com uma rapidez impressionante. A altitude não deveria ser problema. O Botafogo, mesmo com mudança de comando, tem tudo para passar. Só não passa se tiver falha no planejamento – analisou o jornalista britânico Tim Vickery, que estuda a fundo o futebol sul-americano, à Rádio Globo.

O Botafogo enfrenta o Deportivo Quito no dia 29 de janeiro, em Quito, e depois recebe a equipe equatoriana no dia 6 de fevereiro, no Maracanã.

Fonte: Globoesporte.com