O Botafogo terá que superar mais um problema de lesão. Após deixar São Januário, palco da partida contra o Vasco, na última quarta-feira, andando com o auxílio de muletas, um exame realizado na quinta-feira indiciou uma lesão no joelho direito de Rodrigo Pimpão. O prazo para recuperação é de cerca de dois meses, o que representa mais um longo desfalque para Alberto Valentim.

Rodrigo Pimpão sofreu uma lesão no ligamento colateral medial do joelho e um problema no menisco. O atacante foi substituído aos 4 minutos do segundo tempo durante o clássico, após levar a pior em uma dividida com Bruno Gomes, voltante do Vasco. Imediatamente após o lance, o camisa 17 do Alvinegro reclamou de dores e saiu do gramado de maca, sem conseguir andar.

O departamento médico do Botafogo ainda avalia a gravidade da lesão para saber se haverá necessidade de um procedimento cirúrgico. De qualquer jeito, Rodrigo Pimpão deve retornar apenas na reta final da temporada, pegando as últimas rodadas do Campeonato Brasileiro.

Além de Pimpão, o Botafogo também convive com as lesões de Alex Santana, Gilson e Joel Carli. Os dois primeiros possuem quadros mais sérios: o volante não joga desde o empate sem gols contra o Ceará, no dia 14 de setembro, e o lateral-esquerdo ainda ficará afastado dos gramados por mais três semanas, se recuperando de um problema no joelho direito.

Rodrigo Pimpão se pronunciou em seu perfil no Instagram. O atacante agradeceu o apoio recebido e garantiu que continuará trabalhando para voltar aos gramados o mais rápido possível.

VEJA A MENSAGEM DE RODRIGO PIMPÃO:

“Desde cedo, ainda quando criança, aprendi que para conquistar algo teria que lutar. Sempre tive sonhos, tenho até hoje. Procuro manter o foco para alcançar minhas metas. O que conquistei até aqui é fruto de muita garra, determinação e coragem. Aprendi a cair e levantar, saber ganhar e perder, escutar as críticas e elogios. A vida é assim, em nenhum momento desisti. Nunca me escondi e como sempre falo e é algo que tenho pra mim: SEMPRE ACREDITEI.

No futebol existem 3 campos de trabalho: o campo da mídia, em que os profissionais tem vários acertos e alguns erros, o campo da gestão administrativa, da diretoria e da presidência do clube, que tem acertos e como tudo tem erros, e tem o campo que eu atuo que é o gramado, onde tenho acertos e erros. O que eu posso garantir pra vocês é que eu trabalho diuturnamente, isto é de manhã à tarde e a noite, dentro do gramado cumprindo determinações, dedicação e fora do gramado me preparando sempre. E nesse momento em que eu me esforço pra que tudo possa voltar aos eixos, eu tenho a força maior, que me rege como homem, como profissional que é a GRATIDÃO. Tenho gratidão pelo Botafogo, pela oportunidade, pelo patrimônio que esse clube tem que é a sua marca, sua torcida. Tenho gratidão pela torcida que sempre me acolhe e como tudo na vida assim como a camisa do Botafogo, tem dias de faixas negras e tem dias de faixas brancas, e hoje eu busco as faixas brancas também.

Agradeço de coração as mensagens de carinho e apoio. Estou trabalhando para voltar o mais rápido.”

View this post on Instagram

Desde cedo, ainda quando criança, aprendi que para conquistar algo teria que lutar. Sempre tive sonhos, tenho até hoje. Procuro manter o foco para alcançar minhas metas. O que conquistei até aqui é fruto de muita garra, determinação e coragem. Aprendi a cair e levantar, saber ganhar e perder, escutar as críticas e elogios. A vida é assim, em nenhum momento desisti. Nunca me escondi e como sempre falo e é algo que tenho pra mim: SEMPRE ACREDITEI. No futebol existem 3 campos de trabalho: o campo da mídia, em que os profissionais tem vários acertos e alguns erros, o campo da gestão administrativa, da diretoria e da presidência do clube, que tem acertos e como tudo tem erros, e tem o campo que eu atuo que é o gramado, onde tenho acertos e erros. O que eu posso garantir pra vocês é que eu trabalho diuturnamente, isto é de manhã à tarde e a noite, dentro do gramado cumprindo determinações, dedicação e fora do gramado me preparando sempre. E nesse momento em que eu me esforço pra que tudo possa voltar aos eixos, eu tenho a força maior, que me rege como homem, como profissional que é a GRATIDÃO. Tenho gratidão pelo Botafogo, pela oportunidade, pelo patrimônio que esse clube tem que é a sua marca, sua torcida. Tenho gratidão pela torcida que sempre me acolhe e como tudo na vida assim como a camisa do Botafogo, tem dias de faixas negras e tem dias de faixas brancas, e hoje eu busco as faixas brancas também. Agradeço de coração as mensagens de carinho e apoio. Estou trabalhando para voltar o mais rápido. #SempreAcreditar. Rodrigo Pimpão

A post shared by Rodrigo Pimpão (@r_pimpao) on

Fonte: Terra