Na crise, Jorge Wagner aparece no Engenhão e se despede: ‘Vou torcer de longe’

Compartilhe:

Em manhã de reunião entre diretoria, comissão técnica e jogadores, o meia Jorge Wagner foi ao Engenhão para se despedir dos ex-companheiros de Botafogo. O jogador está de saída para o Kashima Antlers. Nesta terça-feira, o jogador revelou que em todo período que esteve no clube, encerrado na última semana, recebeu apenas um salário integral, o do seu primeiro mês no clube, em janeiro.

– Eu tenho 35 anos e jamais tinha acontecido isso comigo – afirmou o jogador, que teve passagens no Brasil por Bahia, São Paulo, Cruzeiro e Internacional.

Para deixar o clube, em que tinha vínculo até o fim do ano, o meia aceitou a proposta do clube de abrir mão de parte da dívida, além do parcelamento “a perder de vista”, nas palavras do próximo jogador.

– Não tenho arrependimento de ter vindo e não tenho arrependimento por estar voltando ao Japão agora – disse o jogador, que antes de ser contratado pelo alvinegro vinha de três temporadas no país. – Aqui no Botafogo voltei a disputar uma Libertadores, conheci um grande clube e novos companheiros. Vou torcer de longe pelo time no Brasileiro.



Fonte: O Globo Online
Comentários