Buscando sempre a melhor formação para os seus jovens atletas, o Botafogo segue com o seu cronograma de ações sócio-educativas trazendo assuntos de grande relevância para dentro do clube. Após o treinamento desta segunda-feira (06/05), foi a vez do elenco Sub-20 do Glorioso abrir as portas de General Severiano para receber a visita da equipe do Operação Lei Seca para uma palestra repleta de valor.

Com um conteúdo bastante elucidativo, o time do Operação Lei Seca, que já é parceiro do Alvinegro em ações em partidas no Estádio Nilton Santos, transcorreu sobre a necessidade de mudança de comportamento na sociedade conscientizando a todos os jovens alvinegros presentes de que o consumo de álcool causa consequências sérias e negativas ao organismo humano, além de danos a sociedade, diversos tipos de violências e acidentes de trânsito. Tal ação faz parte da campanha “Maio Amarelo – atenção pela vida”.

No fim do bate-papo enriquecedor, foi a hora da prática. De forma descontraída e explicativa, foi realizado um circuito com óculos simulador de embriaguez para replicar os efeitos do álcool. Os jovens e os membros da comissão técnica do Alvinegro precisaram passar por obstáculos e sentiram como é difícil passar por tais situações sob o efeito alcoólico.

– Acredito que essas ações sócio-educativas são fundamentais para a formação dos nossos jovens. É algo que faz parte do nosso pensamento. O Botafogo tem essa metodologia de não formar apenas atletas de futebol e sim cidadãos mais conscientes. Então, ter recebido a visita do Operação Lei seca foi muito valioso e deixou o nosso processo ainda mais completo. Eles puderam falar sobre os inúmeros problemas causados pelo consumo do excessivo do álcool, sobretudo, na questão dos acidentes de trânsito. Ouvir os depoimentos dos palestrantes que sofreram acidentes tendo o álcool como o principal causador foi realmente impactante para todos nós. Creio que atingiu os nossos objetivos. – contou o gerente geral da base Tiano Gomes.

Fonte: Site oficial do Botafogo