Em reunião do Conselho Deliberativo, Mauricio Assumpção terá de se explicar hoje

Compartilhe:

Também hoje, o presidente Maurício Assumpção terá de se explicar sobre a situação financeira do clube, que preside desde 2009. Foi convocada para às 19h, em General Severiano, uma reunião extraordinária do Conselho Deliberativo.

Em entrevista à ESPN Brasil, Assumpção admitiu que deixou de pagar impostos por oito meses, porque acreditava na aprovação do Programa de Fortalecimento dos Esportes Olímpico (Proforte), projeto de lei que foi rebatizado de Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte (LRFE) e propõe o refinanciamento de dívidas dos clubes. Na terça-feira, em Brasília, a votação do projeto na Câmara foi adiada e só deverá acontecer em novembro.

Na mesma entrevista, Assumpção disse que o clube entrará ainda nesta semana com uma ação para reaver os prejuízos causados pela interdição do Engenhão em março do ano passado. Não foram revelados os valores que serão exigidos. Segundo a Prefeitura, proprietária do estádio, a reabertura acontecerá em novembro. A expectativa é que o local volte a receber jogos em 2015.

Enquanto o dirigente assume que não paga impostos, o clube ajuda a divulgar em seu site a campanha Botafogo Sem Dívidas (botafogosemdividas.com.br), iniciativa da torcida. A partir de hoje, o clube cederá prêmios aos sete torcedores que mais contribuírem em cada mês a quitar dívidas com a Fazenda Nacional. A campanha já pagou R$ 81 mil.



Fonte: O Globo Online
Comentários