Nada como um clássico após o outro. Na última quarta-feira, Ricardo Gomes não quis mostrar empolgação após a vitória tranquila do Botafogo sobre o Fluminense, em Cariacica, por 2 a 0. A reação do treinador alvinegro foi diferente depois de ver sua equipe arrancar um empate diante do Vasco, no domingo, em São Januário. Para Gomes, o time dirigido por Jorginho, e já classificado para a segunda fase do Carioca, representou um teste ainda mais duro.

— O que eu vi contra Fluminense e Vasco deixou bem mais confiante pela qualidade da equipe. São jogadores não tão conhecidos, mas você vê quem tinha no meio de campo adversário: Andrezinho, Nenê, Marcelo (Mattos), Julio dos Santos. O Vasco tem um bom time, só não se livrou (do rebaixamento) pelo tempo, mas o trabalho é muito bem feito. Gostei bastante disso, diferente do Fluminense que é um time em montagem. O Vasco já está montado, isso me deixou bastante confiante — avaliou.

O Botafogo entrou em campo no domingo já matematicamente classificado para a próxima fase. O empate em 1 a 1 levou o alvinegro a 19 pontos e consolidou a liderança isolada do Grupo B. Para Ricardo Gomes, a importância dos clássicos foi além de valorizar a invencibilidade de sua equipe na temporada.

— É clássico, talvez não valesse na tabela, não tinha importância, mas não olho para a tabela, olho a performance do time. Estou em fase de montagem (do time). A melhor coisa do mundo é um clássico, agora tivemos dois. O que vale é o time, tem que jogar e jogar bem — afirmou.

O Botafogo fecha sua participação na primeira fase do Carioca contra o Boavista, domingo, às 17h, em Bacaxá. O volante Airton, que recebeu seu terceiro cartão amarelo contra o Vasco, está suspenso.

Fonte: O Globo Online